Aves resgatadas foram vítimas do tráfico de animais e estavam sob os cuidados da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo

Após transporte, aves serão encaminhadas para soltura pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL)

Com mais de 10 anos de atuação, programa Avião Solidário já beneficiou mais de 140 milhões de pessoas no Brasil com transporte gratuito de pessoas, animais e cargas em emergências de Saúde, Meio Ambiente e Desastres Naturais

 

Foto: Divulgação LATAM

 

Oito aves foram levadas de volta ao lar na última terça-feira (11). São araras-canindé (Ara ararauna) que foram transportadas gratuitamente de São Paulo para a capital do Mato Grosso do Sul pelo Avião Solidário da LATAM, programa que há mais de 10 anos coloca à disposição da América do Sul toda a sua experiência logística e conectividade para o transporte gratuito de pessoas, animais e cargas em emergências de Saúde, Meio Ambiente e Desastres Naturais.

 

As aves foram resgatadas ainda recém-nascidas após serem vítimas do tráfico de animais. Durante  quatro anos, ficaram sob os cuidados da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo, onde receberam cuidados de alimentação assistida, tratamento parasitário, banho de sol e exames.

 

As araras foram embarcadas em um voo direto da LATAM que partiu do aeroporto de São Paulo/Guarulhos às 17h38 (hora local) e pousou em Campo Grande às 18h21. Em seguida, foram transportadas para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL), onde serão encaminhadas para soltura no Pantanal.

 

AVIÃO SOLIDÁRIO JÁ PROTEGEU MAIS DE 4,6 MIL ANIMAIS SOMENTE NO BRASIL

 

Em 2023, o programa Avião Solidário da LATAM já beneficiou 160 mil pessoas no Brasil, resgatou 13 animais, transportou 14 toneladas de cargas em emergências, transportou 299 pessoas e atuou diretamente em situações como os terremotos da Turquia e Síria, os deslizamentos no litoral paulista e na crise humanitária do povo Yanomami. Já em seus 10 anos de existência, beneficiou mais de 140 milhões de pessoas no Brasil com o transporte gratuito de mais de 921 toneladas de cargas, 4,6 mil animais e 282 milhões de vacinas contra a Covid-19 para todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. O volume de vacinas, aliás, equivale a mais de 70% do total de doses embarcadas pelo setor aéreo dentro do País desde 2020.

 

Na prática, o Avião Solidário está conectado com a frente de Valor Compartilhado do grupo LATAM, para colocar à disposição da América do Sul toda a experiência logística e a conectividade da companhia em prol do transporte gratuito de pessoas, animais e cargas em emergências de Saúde, Meio Ambiente e Desastres Naturais.

 

O transporte gratuito de animais para a conservação ambiental é conduzido pela LATAM Cargo, empresa de transporte de cargas do grupo LATAM que utiliza toda a sua experiência logística e conectividade no Brasil. Os animais são transportados com todo cuidado, com garantia de que as caixas sejam acomodadas em locais com circulação de ar, sempre visando a sua segurança, redução dos tempos de exposição ao terem prioridade no embarque e desembarque, e seguindo todas as recomendações da instituição responsável pela solicitação.

 

Em 2022, vale lembrar, o programa Avião Solidário alcançou a marca de 20 ONGs parceiras no Brasil, incluindo importantes aliados como Amigos do Bem, Gastromotiva, Gerando Falcões, Make a Wish, Ampara Animal.

 

Oito araras-canindé (Ara ararauna) foram transportadas gratuitamente de São Paulo para a capital do Mato Grosso do Sul pelo Avião Solidário da LATAM (Imagem: Alice Soares de Oliveira / Secretaria do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo)

Pin It