Índices para o mês de fevereiro de 2024 divulgados pela ANAC confirmam a LATAM como líder da aviação brasileira desde 202

 

Em julho de 2013, companhia havia alcançado 41,6% de participação no mercado doméstico brasileiro

 

 

 

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) acaba de confirmar que a LATAM conquistou 40,5% de participação de mercado doméstico no Brasil em fevereiro de 2024, alcançando o seu melhor resultado dos últimos 11 anos - em julho de 2013, companhia havia alcançado 41,6% de participação. Os índices para o mês de fevereiro de 2024 confirmam a LATAM como líder da aviação brasileira desde 2021. Na operação internacional, a LATAM também liderou o mercado brasileiro em fevereiro de 2024, com participação de 23,6%¹.

 

Mais eficiente e competitiva, opera atualmente a maior malha aérea da sua história no País, com voos para mais de 50 aeroportos em território nacional. Em 2023, a companhia também ampliou o seu codeshare com a Voepass, oferecendo aos clientes acesso a outros 26 destinos brasileiros, principalmente em aeroportos regionais.

Como consequência, a LATAM lidera o setor aéreo no Brasil desde 2021 (em RPK²). O índice calculado pela ANAC considera a quantidade de passageiros por quilômetro transportados pela empresa sobre o volume de passageiros por quilômetro transportados por todas as companhias aéreas que operam no País.

 

Nos voos internacionais, a LATAM é também a empresa aérea que mais transporta turistas ao Brasil, com voos próprios a partir de 90 aeroportos no exterior. Em novembro, a LATAM e a Embratur assinaram um acordo de cooperação técnica para promover o País internacionalmente.

 

LATAM É EMPRESA AÉREA QUE MAIS CRESCE NO BRASIL

 

A LATAM tem como compromisso ampliar o acesso dos brasileiros à aviação. Por isso, é a companhia aérea que mais cresce no Brasil desde 2021.

 

Somente em 2023, quando transportou 33 milhões de passageiros domésticos no País, a LATAM viu crescer em 8% a sua operação em todo o território nacional, na comparação com 2022. O avanço tem uma razão: no último ano, 15 dos 17 novos aviões recebidos direto de fábrica pelo grupo LATAM foram direcionados para a sua operação brasileira.

 

Em 2024, a LATAM prevê a chegada de mais aviões e um novo crescimento de 7% a 9% na sua operação doméstica no Brasil, na comparação com 2023. Na prática, serão adicionados no País mais de 3 milhões de assentos da companhia no ano.

 

¹ Considera todas as afiliadas do grupo LATAM que operam voos internacionais de/para o Brasil: LATAM, LATAM Chile, LATAM Peru e LATAM Paraguai.

² RPK: sigla em inglês para Passageiros-Quilômetros Transportados.

Pin It