A Área de Proteção Ambiental é uma das mais antigas do Estado do Rio de Janeiro

0119 APA Serrinha - Crédito Prefeitura de Resende

APA Serrinha. Foto: Prefeitura de Resende

 

 

A Área de Proteção Ambiental da Serrinha do Alambari (APA Serrinha), na região das Agulhas Negras, vai ganhar um novo Centro de Atendimento ao Turista. O espaço, que começa a ser construído em fevereiro, na Estrada dos Artesãos, vai suprir a falta de informações em uma área com grande movimentação turística.

 

O local contará com uma sala de recepção, sala de atividades culturais, loja, sala administrativa, depósito para materiais e dois banheiros, masculino e feminino, com acessibilidade garantida para deficientes. Para Otavio Leite, Secretário de Estado de Turismo do Rio, acesso a informação é essencial para os turistas.

 

- A Apa da Serrinha do Alambari está localizada na região turística das Agulhas Negras e é muito procurada pela sua paisagem montanhosa e pelas inúmeras cachoeiras. Por ter muitas trilhas dentro de sua área, o Centro de Atendimento ao Turista será fundamental para auxiliar os visitantes a pegarem informações mais completas sobre o local.

 

De acordo com o secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo do município, Tiago Diniz, o valor investido pelo Governo Federal, através da Caixa Econômica Federal, será de R$ 292,5 mil, enquanto a prefeitura participará com R$ 7,5 mil, o que totaliza R$ 300 mil. O investimento, que já havia sido anunciado em 2017, foi definido após a realização de uma pesquisa pelo Sebrae, apontando o local como prioritário para o turismo regional

 

Criada em 1991, a APA da Serrinha é uma das mais antigas do estado do Rio de Janeiro. Ela abrange as comunidades da Serrinha e da Capelinha, protegendo a parte alta das microbacias dos Rios Alambari e Pirapitinga. Ela é admirada por sua paisagem montanhosa e belas cachoeiras de águas frias e cristalinas, além de ser considerada uma importante Estância Climática do estado do Rio de Janeiro.