Chegou o Luminar Neo, com novos recursos para editar suas fotos de modo profissional.

O museu também terá programação especial no fim de semana para comemorar o dia das crianças com visitação especial pelo espaço, contação de histórias e circo

mar Dia

 

O Museu de Arte do Rio será ocupado por programações culturais nos fins de semana durante o mês de outubro. As atividades dialogam diretamente com as exposições Yorùbáiano, Crônicas Cariocas e Paulo Werneck - Murais para o Rio. Entre as atividades estão a apresentação da DJ Bieta, roda de capoeira, circo, artistas de rua e a intervenção Ladrilha.

 

No próximo sábado (09), o circo Up Leon faz uma apresentação das 11h às 17h. A companhia brasileira é especializada em grandes espetáculos e artistas circenses. Todos os integrantes se apresentam em várias modalidades como acrobacia, malabarismo, monociclos e pernas de pau. O figurino, colorido, é inspirado no carnaval brasileiro.

 

Das 13h às 14h, as crianças podem fazer uma visita especial pelo MAR, pensada para que os pequenos possam conhecer o museu e vivenciar uma experiência inédita com arte e cultura.

 

A partir das 14h, a contação de histórias assombradas vai tomar conta do espaço. A sessão é formada por três histórias que foram desenvolvidas a partir de contos e fábulas que ainda estão presentes no imaginário popular. O palco é tomado por um homem assombroso que viveu histórias de arrepiar. Ele narra com detalhes contos do mundo dos mortos utilizando objetos como caixão, tripas de pano e um boneco grotesco. Os pequenos espectadores vão embarcar em histórias cheias de sustos e muitos risos.

 

Para fechar o sábado, das 15h30 às 16h30, a companhia Ih, Contei! Fará uma intervenção artística com pílulas poéticas. Os artistas vão percorrer o pilotis e a Praça Mauá com dezenas de bolas acrílicas recheadas de chocolates e poesias. Os participantes são convidados a sortear uma bola e abrir.  Em cada bola se esconde uma mensagem e um bombom. Nesta ação levamos ao público poesias, poemas e contos que falam sobre amor, sorte, vida e bons conselhos.

 

As atrações no domingo (10) começam às 11h com a apresentação do circo Leon, que estará no local até às 17h. Das 13h às 14h, as crianças também vão poder fazer uma visita especial pelo MAR. Das 14h às 17h, a palhaça Amora fará uma oficina e brincadeiras com bolhas de sabão gigantes. O público será convidado a contemplar e interagir com as bolhas de sabão e vão aprender a fazer bolhas de diferentes tamanhos.

 

Nos dias 16, 17, 23 e 24 de outubro, a DJ Bieta se apresenta no pilotis das 14h às 16h. A artista que transita pelos bailes Blacks como “Baile Black Bom”, “Eu Amo Baile Charme”, "Kilariô-AfroBaile", "Punnany" e "Yemanja é Black" em Salvador, na Bahia, promete animar as tardes no MAR. DJ Bieta também é integrante do Slam Das Minas RJ , um movimento mundial de batalha poética.

 

Nos dias 16 e 17, quem estiver pela região também poderá assistir à roda de capoeira no pilotis das 15h às 16h.

 

As atrações culturais do Ocupa Pilotis terminam nos dias 30 e 31 com o projeto Ladrilha. Fernanda Cardoso, criadora do movimento @ladrilha, faz intervenções com poesia nos ladrilhos nos espaços públicos.

 

O Museu de Arte do Rio

 

Iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o Museu de Arte do Rio passou a ser gerido pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) desde janeiro deste ano, apoiando as programações expositivas e educativas do MAR a partir de um conjunto amplo de atividades para os próximos anos. “A OEI é um organismo internacional de cooperação que tem na cultura, na educação e na ciência os seus mandatos institucionais, desde sua fundação em 1949.

 

O Museu de Arte do Rio, para a OEI, representa um instrumento de fortalecimento do acesso à cultura, intimamente relacionado com o território, além de contribuir para a formação nas artes, tendo no Rio de Janeiro, por meio da sua história e suas expressões, a matéria-prima para o nosso trabalho”, comenta Raphael Callou, diretor e chefe da representação da OEI no Brasil.

 

Após o início das atividades em 2021, a OEI e o Instituto Odeon celebraram parceria com o intuito de fortalecer as ações desenvolvidas no museu, conjugando esforços e revigorando o impacto cultural e educativo do MAR, onde o Odeon passa a auxiliar na correalização da programação.

 

O Museu de Arte do Rio tem o Instituto Cultural Vale como mantenedor, a Equinor como patrocinadora master e a Bradesco Seguros como patrocinadora, todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. A Escola do Olhar conta com o apoio do Itaú, da Machado Meyer Advogados e da Icatu Seguros via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS, é também patrocinada pelo Grupo GPS, RIOgaleão, ICTSI Rio Brasil, ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) e HIG Capital. O Instituto Olga Kos patrocina os recursos de acessibilidade do MAR.

 

O MAR conta ainda com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e realização da Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e do Governo Federal do Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

 

 Mais informações em www.museudeartedorio.org.br