Chegou o Luminar Neo, com novos recursos para editar suas fotos de modo profissional.

Old leather football boots on the wall at The Boot Room Sports Cafe at Anfield, home of Liverpool Football Club.

Botas de futebol de couro velhas na parede do The Boot Room Sports Cafe em Anfield, casa do Liverpool Football Club. Foto: © VisitBritain/ Rod Edwards

 

Como berço do futebol moderno, a Grã-Bretanha está repleta de clubes e museus que celebram o melhor do beautiful game. Além dos estádios nacionais do país, que recebem os jogos da Euro 2020, há muita história do esporte esperando para ser descoberta. Mergulhe na herança do futebol britânico visitando estes locais em sua próxima visita!

 

Foto: VisitBritain

 

As origens do futebol britânico

 

O futebol moderno tem suas raízes na segunda metade de 1800, quando foram combinados as diferentes regras em uso.

 

O clube mais antigo do mundo, o Sheffield FC, fundado em 1857, chegou a criar um regulamento mas o seu uso não era adotado em todo o país. Isso acabou levando à formação da Football Association, quando várias equipes se reuniram na Freemasons Tavern em Covent Garden - hoje Freemasons Arms - em 1863. Ao longo de seis reuniões, novas regras foram acordadas. A decisão não foi unânime, e os dissidentes acabaram por formar a Rugby Football Union em 1871.

 

Campeonatos continuaram a acontecer sem regras bem definidas, até que em 1886 foi formada a International Football Association Board (IFAB), sancionando 17 leis básicas para o jogo. Esta é a época mostrada na série The English Game, da Netflix, que explora as divisões de classes predominantes na época.

 

Os clubes e suas origens

 

No início, os times tinham as mais diversas origens. No sul da Inglaterra, muitos clubes eram formados por faculdades e escolas públicas, como Eton e Harrow. Já no norte o futebol prevalecia entre as classes trabalhadoras, com muitas fábricas e empresas têxteis tendo seus próprios times. Seguindo o novo regulamento, 12 clubes das regiões norte e central da Inglaterra fundaram a liga de futebol em 1888, e o esporte cresceu a partir de então. Praticamente todos esses clubes continuam a competir até os dias de hoje.

 

Entre eles está o Aston Villa, formado por membros da Capela Wesleyana Villa Cross. Desde 1897 o clube joga em casa no Villa Park, que já foi um parque de diversões vitoriano, desenvolvido no antigo terreno do Aston Hall, uma grande casa senhorial. Além de passear pelo estádio, este pedaço da história está a uma curta distância.

 

Outro clube fundador é o Wolverhampton Wanderers, mais conhecido como Wolves. Sua herança futebolística está no Molineux, a casa dos Wolves desde 1889. Lá o museu interativo do estádio leva você em uma jornada pelos anos iniciais do futebol moderno e os bastidores de momentos memoráveis ​​da história do clube.

 

Herança futebolística em Manchester

 

The National Football Museum. An Arabic family, a father and son visiting the museum. Using interactive exhibits about the game of soccer and its history.

The National Football Museum. An Arabic family, a father and son visiting the museum. Using interactive exhibits about the game of soccer and its history.© VisitBritain/Andrew Pickett

 

Outros clubes têm suas origens no local de trabalho. O Manchester United foi formado inicialmente pelo departamento de transporte e vagões da Ferrovia Lancashire e Yorkshire, em Newton Heath, em 1878. Tendo mudado seu nome em 1902, o clube mudou-se para seu atual estádio Old Trafford em 1910 e permanece lá desde então, exceto por um breve período na década de 1940, quando os danos da guerra os fizeram dividir terreno com seus rivais, o Manchester City. Esta e outras histórias são contadas em um tour pelo museu e estádio. Do lado de fora, uma pausa para foto com a estátua da Trindade Unida, com Sir Bobby Charlton, George Best e Denis Law, três figuras instrumentais que ajudaram o United a se tornar o primeiro clube da Inglaterra a vencer a Copa da Europa em 1968.

 

Na mesma cidade é possível conferir o Estádio Etihad do Manchester City e embarcar em uma rica jornada interativa no Museu Nacional do Futebol, cuja entrada é gratuita. Situado no impressionante edifício Urbis no centro da cidade, o museu tem divertidas disputas de pênaltis e outros jogos interativos, e está repleto de memorabilia do futebol, incluindo medalhas, réplicas de troféus e camisetas de uma série de partidas influentes.

 

A rivalidade em Liverpool

 

The words 'You'll Never Walk Alone' from the club's adopted anthem feature on the club crest and on the Shankly Gate entrance to Anfield stadium, the home stadium of Liverpool football club.

The words 'You'll Never Walk Alone' from the club's adopted anthem feature on the club crest and on the Shankly Gate entrance to Anfield stadium, the home stadium of Liverpool football club.© VisitBritain/ Rod Edwards

 

Liverpool também é o lar de dois clubes com uma rica herança futebolística. O Everton inicialmente tinha o estádio Stanley Park como sua casa, antes de se mudar para o estádio de Anfield (sim, o Anfield já foi do Everton!). Lá, uma disputa entre o comitê do clube e o proprietário do terreno levou o Everton a se mudar para o estádio Goodison Park no final do século 19, o que acabou abrindo caminho para a criação do Liverpool FC. Ambos os estádios estão a meros 1,6 km de distância um do outro e o Liverpool tem o Anfield como a sua casa desde sua formação, em 1892. No passeio pelo estádio Goodison Park você descubre mais sobre "o lado azul" da cidade, enquanto o tour pelo Liverpool FC Story Museum investiga o passado ilustre dos Reds, e seu famoso hino: "You'll Never Walk Alone" (Você nunca andará sozinho).

 

Os maiores clubes de Londres

 

Com raízes no sul da capital, o Arsenal foi formado originalmente em 1886 como Dial Square, uma equipe de trabalhadores do Royal Arsenal, uma fábrica de armamentos em Woolwich. O clube se mudou para Highbury, no norte de Londres, em 1913, local onde permaneceu até se mudar para o atual Estádio Emirates, em 2006. Os tours pelos bastidores mergulham na rica história do clube, e as experiências lendárias - são guiadas por ex-jogadores do clube.

 

No norte de Londres, o Tottenham Hotspur foi formado por uma gangue de garotos na década de 1880 e fez do estádio White Hart Lane a sua casa em 1899. Construído no mesmo local, o Estádio Tottenham Hotspur foi inaugurado em 2019 e inclui o Bar Linha do Gol, o bar mais longo da Europa, com 65 metros! Depois de desfrutar de um tour pelo estádio, você pode admirar a capital no Dare Skywalk, no alto do estádio, de onde se tem uma vista de todo o campo.

 

Já o Chelsea, outro dos principais clubes de Londres, foi formado em 1905 em uma sala no andar de cima do pub Rising Sun, agora chamado de Butcher's Hook. Localizado à sombra de Stamford Bridge, que estava sendo construído na época, você pode visitar o estádio e o museu do clube, que inclui memorabilia e o troféu da Liga dos Campeões.

 

Estádios nacionais icônicos

 

Wembley Stadium, with its 133 metre iconic arch, reopened in 2007 and is Britain's largest sporting venue.

Wembley Stadium, with its 133 metre iconic arch, reopened in 2007 and is Britain's largest sporting venue.© Charles Bowman / Axiom Photographic/Design Pics / Superstock

 

Além dos vários estádios de clubes, os estádios nacionais também hospedam grandes eventos esportivos. O icônico Estádio de Wembley, com seu arco de 133 metros, recebe até 90 mil torcedores, tornando-o o maior recinto esportivo da Grã-Bretanha. Reinaugurado em 2007, o estádio anterior funcionava no local desde 1923 e havia sediado eventos de prestígio como a final da Copa do Mundo de 1966 e a decisão do Euro 1996.

 

O Hampden Park de Glasgow é outro estádio com uma rica história. Conhecido como a casa do futebol escocês, foi o maior estádio do mundo quando foi inaugurado em 1903, e seus anfitriões registraram o recorde de público britânico, pois quase 150 mil pessoas se amontoaram para assistir a Escócia jogar contra a Inglaterra em 1937. Embora sua capacidade tenha diminuído drasticamente com a modernização e a introdução de assentos seguros, Hampden Park ainda abriga o Museu Escocês do Futebol, um espaço dedicado a documentar o passado futebolístico da nação.

 

Restrições continuam em vigor na Grã-Bretanha devido à Covid-19. Recomendamos que você sempre verifique os sites individuais para obter as informações mais recentes, pois os detalhes estão sujeitos a alterações.

 

Fonte: VisitBritain