Chegou o Luminar Neo, com novos recursos para editar suas fotos de modo profissional.

Com adega de mais de 6 mil garrafas, Sabi Sabi Private Game Reserve é reconhecido pelo The World of Fine Wine pelo sexto ano consecutivo

Foto: Divulgação

 

Na última edição da World’s Best Wine Lists, premiação organizada pela publicação The World of Fine Wine e considerada o Michelin do mundo dos vinhos, o luxuoso hotel de safári sul-africano Sabi Sabi Private Game Reserve recebeu dois prêmios: “Carta de Vinhos mais Original no Oriente Médio e África” e “Melhor Carta de Vinho Regional no Oriente Médio e África”. Os títulos vão de encontro com a proposta do hotel de oferecer aos hóspedes rótulos diversos que contemplam o que há de melhor entre os vinhos sul-africanos.

 

Segundo a The World of Fine Wine, o prêmio “Carta de Vinhos mais original” é dado àquelas que têm uma seleção incomum ou com uma personalidade particular, o que demanda de seus sommeliers não só conhecimento profundo dos vinhos, mas uma visão clara das experiências e paixões que devem estar contidas ali. Os critérios clássicos desse tipo de avaliação se fazem presentes nesse caso também, mas a originalidade é o mais importante.

 

No caso da “Melhor Carta de Vinho Regional” os jurados prestigiam estabelecimentos que constroem boas relações com produtores locais e que apresentam aos hóspedes a gastronomia e os vinhos da região como estrelas do show. É levado em consideração também o oferecimento de vinhos que contemplem a variedade de uvas local, proporcionando aos visitantes a chance de conhecer ao máximo os sabores oferecidos pela viticultura da região. No caso da África do Sul, a variedade é enorme. São mais de 600 vinícolas localizadas, em sua maioria, na Região Vinícola do Cabo. Como carro chefe está a uva Pinotage, criada no país através da combinação de Pinot Noir e Cinsault (chamada por lá de Hermitage).

 

Ao valorizar não só produtos de vinícolas conhecidas, mas também daquelas que estão fora da rota tradicional, não é uma surpresa que o Sabi Sabi tenha levado esses dois prêmios. Ao desenvolver sua carta, o hotel valoriza vinhos que tem uma história por trás e que, em geral, não estariam presentes em degustações mais tradicionais realizadas no país. Além disso, sendo o Sabi Sabi um negócio familiar, busca sempre apoiar vinícolas que também tem essa tradição.

 

Foto: Divulgação

 

Só a adega subterrânea do Earth Lodge, uma das quatro propriedades que compõe o Sabi Sabi, possui uma coleção de mais de 6 mil garrafas de vinhos raros, e jantar dentro dela é uma das experiências especiais que os hóspedes podem viver. Além disso, o hotel fez em 2010 uma parceria com a Stellenrust Wine Estate, vinícola da cidade de Stellenbosch, para produzir vinhos próprios. Entre as criações é possível encontrar Chardonnay, Sauvignon Blanc, Pinotage e Blends de vinho tinto, entre outros. Não à toa, esse é o sexto ano consecutivo em que a carta do Sabi Sabi é reconhecida na World’s Best Wine List.

 

Completam a experiência no hotel a gastronomia de ponta que também valoriza produtos locais, as cervejas e gins artesanais e, é claro, os safáris. O Sabi Sabi está localizado na reserva de Sabi Sands, adjacente ao Kruger National Park, área onde é possível avistar os famosos “Big 5”: leão, leopardo, elefante, rinoceronte e búfalo, entre outros animais que fazem parte da savana sul-africana.