Nottingham, a terra de Robin Hood. Foto: VisitBritain

 

Na cidade de Nottingham, berço de Robin Hood, a lenda do fora-da-lei ainda vive, tanto nos subterrâneos do castelo quanto na centenária floresta de Sherwood. Mesmo após centenas de anos, o lendário herói inspirou mais de 20 produções do cinema, dentre elas Robin Hood - O Príncipe dos Ladrões com Kevin Costner (1991) e Robin Hood com Russel Crowe (2010). Mas afinal, Robin Hood existiu?

 

Para responder a essa pergunta, ninguém melhor do que Ezekial Bone, um expert no assunto, morador de Nottingham e guia de um premiado tour pela cidade inglesa.

 

Um passeio por Nottingham, berço de Robin Hood

 

A melhor forma de começar a sua imersão no assunto é com o passeio Robin Hood Town Tour. Prepare-se para se encantar com a riqueza da interpretação do guia, Ezekial Bone, que não só personifica Robin Hood, mas também transmite a sua paixão por tudo o que a lenda do príncipe dos ladrões representa; um herói em busca de justiça. Aqui você aprenderá que os feitos de Robin Hood foram espalhados através de canções medievais, 700 anos atrás.

 

Mas, engana-se quem acha que Nottingham é mais uma cidade histórica inglesa. No coração da Inglaterra, a 1h30 de trem de Londres, Nottingham tem cara de cidade grande e industrial, o que cria uma combinação perfeita com seu lendário legado medieval.

 

Nottingham Light Night

Nottingham, a terra de Robin Hood. Foto: VisitBritain

 

À medida em que desvenda os mistérios de Robin Hood, você aprenderá outras curiosidades sobre a cidade, como por exemplo o título de "capital mundial da renda", que fez com que Nottingham desempenhasse um papel crucial na Revolução Industrial. A renda produzida em Nottingham era tão superior que a fama dura até hoje: daqui vieram as rendas usadas nos vestidos de noiva da princesa Diana e de Kate Middleton.

 

Castelo de Nottingham

 

Castelo de Nottingham. Foto: Cloud 9 Designs

 

Vários personagens que vemos nos filmes de Robin Hood de fato existiram na história. Um deles é Ricardo "Coração de Leão", rei da Inglaterra no século XII, que tinha o Castelo de Nottingham como uma de suas bases. Durante as Cruzadas, na ausência do rei, o castelo foi ocupado pelo Xerife de Nottingham, que segundo os contos e lendas, teria sido o grande inimigo de Robin Hood.

 

Historicamente falando, o castelo foi palco de inúmeras batalhas e boa parte da sua construção medieval original foi destruída. 

 

Floresta de Sherwood

 

The Major Oak Tree in Sherwood Forest, Nottingham

Major Oak - Sherwood -  Nottingham. Foto: Nottinghamshire County Council

 

A próxima parada em Nottingham precisa ser a lendária floresta de Sherwood onde, dizem os contos, Robin Hood se escondia. Ao longo do tempo a floresta perdeu boa parte de seu tamanho, mas continua a impressionar: é aqui que fica a árvore de carvalho mais antiga de toda a Grã-Bretanha. Estima-se que a Major Oak tenha entre 800 anos e mil anos de existência, e teria sido o abrigo do príncipe dos ladrões e sua trupe.

 

Um brinde no pub mais antigo da Inglaterra

 

Ye Olde Trip To Jerusalem pub in Nottingham

Ye Olde Trip to Jerusalem. Foto: VisitBritain

 

Para encerrar o passeio, nada melhor do que um brinde no pub no Ye Olde Trip to Jerusalem, que clama ser o pub mais antigo da Inglaterra, fundado em 1189. Construído junto à mesma rocha do castelo, o pub conta com suas próprias passagens secretas e teria sido um ponto de parada dos peregrinos que seguiam rumo a Jerusalém durante as Cruzadas.

 

 

Fonte: VisitBritan