De acordo com dados do programa Wanderlist Virtuoso, a África do Sul é o destino que os clientes da rede de agências de luxo mais querem visitar nos próximos anos. Eles foram convidados a escolher locais e atividades que gostariam de experimentar em breve, “sonhando livremente”, de acordo com a rede que tem 38 agências associadas no Brasil.

 

Foi inédita a saída da Itália da primeira colocação, posição que sempre ocupou, indo agora para o segundo lugar. Já para a África do Sul, a ascenção foi da quarta posição, que conquistou ano passado, para o topo. Os outros países que figuram no top 5 são, em ordem: Austrália, França e Japão.

 

Algumas das características que podem estar favorecendo a África do Sul no momento são a grande quantidade de atrações ao ar livre e a possibilidade de contato com a natureza, seja através de safáris, atividades de aventura, passeios em parques nacionais ou em tradicionais rotas de roadtrip, como a Rota Jardim.

 

 

Aliadas a esses fatores estão a excelente infraestrutura turística oferecida pelo país e o custo benefício excepcional. Em tempos de crise econômica mundial, a África do Sul se destaca como destino barato e acessível. As possibilidades de enoturismo, a rica gastronomia, a diversidade cultural e a beleza de cidades como Cape Town só completam a lista de aspectos que fazem o país merecer o título de destino-desejo.

 

A África do Sul permanece fechada para viajantes internacionais por conta da pandemia, mas o turismo doméstico começa a se reabrir. Hotéis e atrações estão realizando todas as adequações necessárias para receber seus hóspedes sul-africanos com segurança e, no futuro, abrir as portas para o resto do mundo de novo.