Edimburgo. Foto: © VisitBritain

 

Quer conhecer a Escócia e não sabe por onde começar? Descubra esta lista de 7 cidades escocesas facilmente acessadas de avião ou trem, e que fervilham com atrações interessantes para todos os gostos.

 

1. Edimburgo

Poucas cidades são tão charmosas quanto Edimburgo, a capital da Escócia. De um lado a Cidade Velha, com seu ar medieval, pubs e as principais atrações turísticas, como o Castelo de Edimburgo e o Palácio de Holyrood. De outro lado, a Cidade Nova, com um parque florido, restaurantes, hotéis boutique e lojas que vão gastar boa parte do seu tempo! Museus e galerias gratuitos somam-se à lista, que só cresce. A partir de Londres, Edimburgo fica a 4h20 de trem e uma hora de avião, e seus principais atrativos podem ser feitos a pé.

 

2. Glasgow

Glasgow Christmas Lights

Foto: © VisitBritain/ Scott Salt

 

Glasgow é a maior cidade da Escócia, a uma hora de trem de Edimburgo. A cidade é animada e acolhedora, com ótimos restaurantes, lojas, galerias de arte e edifícios históricos. A arquitetura é marcante por aqui, e a atmosfera fica especialmente bela no Natal, quando os mercados natalinos se espalham por todo o canto. Glasgow fica a uma hora de avião e 4h10 de trem de Londres.

 

3. Perth

Looking toward St Matthew s Church on the River Tay, Perth

Foto: © VisitScotland

 

Considerada a antiga capital do país, Perth foi a sede do trono escocês por cinco séculos. Hoje é uma joia cosmopolita, compacta e lindamente situada nas margens do rio Tay. Localizada a apenas uma hora de Edimburgo ou Glasgow, Perth é uma das cidades mais acessíveis do país, conta com ótimos museus e galerias e é base para atrações nos arredores como o Palácio de Scone e destilarias de whisky.

 

4. Dundee

Foto: © VisitBritain

 

Dundee foi classificada como City of Design pela UNESCO e ganhou repercussão internacional com a inauguração do museu V&A Dundee em 2018, e também figurou na lista da Lonely Planet de 10 cidades para se visitar na Europa. Dundee é a cidade escocesa com maior incidência de sol no país e é sinônimo de ciência, história da navegação, teatros, bares e muitas atrações culturais. Fica a 25 minutos de Perth e a 1h15 de trem de Edimburgo.

 

5. Stirling

Stirling Castle is one of the largest and most important castles in Scotland

Foto: © VisitScotland

 

Famosa mundialmente por conta do filme 'Coração Valente', Stirling foi palco de algumas das batalhas mais importantes da Escócia. O castelo imponente que domina a cidade foi o trono de heróis como William Wallace, que ganhou um monumento em sua homenagem, próximo ao castelo. Lá está exposta a espada que teria sido usada por ele em sua última batalha.

 

6. Aberdeen

Aberdeen harbour is a marine support centre for the oil and gas industry and has been open for 900 years

Foto: © VisitScotland

 

Se você pensou na carne de Aberdeen Angus, pensou certo: foi nesta cidade que surgiu a raça bovina valorizada mundo afora. No noroeste da Escócia, Aberdeen é uma das cidades mais ricas do país, graças à sua indústria de petróleo em alto-mar. Situada à beira-mar e com atmosfera de cidade grande, Aberdeen oferece experiências que vão do surfe a tours culturais no mesmo dia. As icônicas construções de granito são característica marcante de Aberdeen, assim como o dialeto local, conhecido como Doric.

 

7. Inverness

Inverness Castle looking over the River Ness

Foto: © VisitScotland

 

Fechando com chave de ouro, Inverness, a maior cidade das Terras Altas da Escócia. Inverness é um contraste diante das paisagens remotas e selvagens das Highlands, oferecendo uma experiência completa ao visitante: grandes redes de hotéis, atrações turísticas, restaurantes, museus, castelo. É cortada pelo rio Ness, que desemboca no famosíssimo Loch Ness, o enorme e profundo lago onde habita a lenda o monstro, carinhosamente chamado de Nessie. Destino imperdível, Inverness conta com aeroporto e pode ser facilmente acessada de trem a partir de Edimburgo e Glasgow. Mas considere ir de carro: a rota até lá está entre as experiências mais memoráveis da Escócia.

 

Fonte: VisitBritain