vb34155689 0

Grã-Bretanha. Foto: Divulgação

 

Manchester vai receber estreias mundiais, apresentações artísticas exclusivas, muito teatro, música e cinema durante o Manchester Internacional Festival, no mês de julho. Casas de espetáculos e centros culturais em toda a cidade receberão uma grande variedade de artistas de renome, incluindo Yoko Ono, David Lynch, Ivo van Hoe, Abida Parveen, Janelle Monáe, Maxine Peake, Idris Elba e Skepta.

 

Os eventos serão realizados em vários locais em Manchester e arredores, de 4 a 21 de julho. A Albert Square já está pronta para virar a “Festival Square”, ou Praça do Festival, durante o período. Servindo como ponto central do festival, ela terá shows de música, DJs e muitos comes e bebes. A Festival Square também servirá aos gourmets, já que ali será possível desfrutar uma refeição de quatro pratos com a chancela de uma estrela do Guide Michelin: trata-se do Lazy Lunch, servido na intimista Glass House. Os ingressos custam £ 50 para uma sessão gastronômica de duas horas e meia.

 

Sinos para a paz

 

A noite de abertura terá a estreia mundial – e primeiro trabalho da artista encomendado pela prefeitura de Manchester – de Bells for Peace, de Yoko OnoReunido nos Cathedral Gardens, o público irá experimentar um mar de cantos e sons de sinos para espalhar uma mensagem de paz. Muitos sinos serão produzidos no local, mas os participantes deste evento gratuito também são incentivados a trazer seus próprios sinos para fazer parte da performance.

 

David Lynch

 

Durante todo o festival, o icônico diretor de cinema David Lynch vai assumir a HOME, um local conhecido por patrocinar artes multiculturais e independentes. Com a primeira grande exposição do Reino Unido de pinturas, desenhos e esculturas de Lynch, o evento My Head Is Disconnectedterá também noites de música com curadoria e exibições de filmes. Outros destaques incluem uma exibição do O homem elefante e uma discussão sobremeditação transcendental. A exposição de arte é gratuita, mas outros eventos são pagos e os preços variam.

 

Noites inspiradas de música

 

Uma das noites de música inspiradas em David Lynch inclui uma performance especialmente organizada para o festival. Dois músicos excepcionais se juntarão à Christa Bell, antiga parceira musical de Lynch, no palco do Teatro 1 da HOME, em 14 de julho. São eles o violoncelista Oliver Coates, que trabalhou com o Radiohead e Karl Lagerfeld, e a cantora japonesa Hatis Noit. Os dois certamente criarão uma experiência musical única. Os ingressos custam £ 16 e são mais baratos para residentes e pessoas de baixa renda.

 

The Fountainhead

 

Aclamado diretor de teatro do recente musical All About Eve, em cartaz no West End londrino, Ivo van Hove vai estrear para o Reino Unido sua adaptação de The Fountainhead, de Ayn Rand, durante o MIF19. No palco do The Lowry Theatre, esta controversa história de individualismo e capitalismo implacáveis será apresentada em holandês, com legendas em inglês. As apresentações acontecem entre 10 e 13 de julho e os ingressos custam a partir de £ 18.

 

Abida Parveen with Nahid Saddiqui

 

Abida Parveen, cantora paquistanesa de renome internacional e apelidada de "a rainha da música Sufi", vai se juntar à sua conterrânea, a lendária bailarina Nahid Siddiqui, para uma performance exclusiva e única. Ecoando o sentimento trazido pela abertura de Yoko Ono, a dupla trará uma mensagem de paz, amor e harmonia em suas respectivas artes. O show será em 5 de julho; os ingressos custam a partir de £ 18.

 

The Nico Project

 

Para homenagear a força de uma artista feminina definidora de gêneros em uma indústria dominada por homens, Maxine Peake encarna a enigmática mas conturbada Nico em The Nico Project. Conhecida por sua contribuição à contracultura dos anos 1960 e sua estreia no grupo Velvet Underground, Nico (1938-1988) ajudou a moldar as próximas gerações através de sua música. A produção fica em cartaz de 10 a 21 de julho no The Stoller Hall, com ingressos a £ 35.

 

Passeios por uma cervejaria inusitada

 

Uma cervejaria pop-up, cuja montagem foi inspirada de forma nada convencional pela epidemia de cólera do século 19 – quando milhares sobreviveram devido ao consumo de cerveja sobre a água – funcionará em Manchester de 5 a 21 de julho. Esta cervejaria temporária, embaixo da Victoria Station, foi projetada pelo grupo de arte Chim↑Pom, de Tóquio, e traz história, arte e cerveja. Trata-se de uma experiência de uma hora, incluindo degustação, com ingressos a £ 10.

 

Manchester é uma cidade cheia de conexões musicais, locais interessantes, cultura e joias escondidas. A realização do MIF19 neste verão vai fazer com que mais pessoas planejem uma viagem para a Inglaterra focada em cultura.

 

Onde beber em Manchester

 

Alojado num edifício listado como Patrimônio Grau II, Cottonopolis Food & Liquor é um bar e restaurante de inspiração japonesa, situado no badalado Northern Quarter de Manchester. Ao servir coquetéis inovadores com nomes inspirados no Japão, como "O sapo no poço não sabe nada sobre o mar" e "Vida embriagada, morte sonhadora", esse elegante estabelecimento é o complemento perfeito para um dia de cultura internacional no MIF19.

 

Com vidraças originais de 1920, iluminação fraca e decoração totalmente vintage, o The Fitzgerald é um bar estilo speakeasy com deliciosos coquetéis e uma trilha sonora eclética. A apenas 15 minutos a pé do Festival Square, é um local conhecido por tocar disco music, funk e soul e por realizar noites de jazz semanais todas as quintas-feiras.

 

Salut Wines é considerado um local com abordagem “sem frescuras” para o consumo de vinho. Oferecendo uma mão amiga quando se trata de escolher com precisão o vinho ideal, o local oferece degustações em copos de 50ml. A carta impressionante tem 42 vinhos para tomar na taça, muitos dos quais são difíceis de encontrar em outro lugar.

 

Onde comer em Manchester

 

Com uma abordagem moderna da culinária chinesa, Tattu, na região de Spinningfields, é um ótimo local para uma refeição internacional. O cardápio de encher os olhos tem pratos cozidos no vapor, fritos e assados. Na decoração, o destaque é a uma flor de cerejeira de quatro metros de altura que fica no meio do restaurante.

 

Servindo não mais do que 30 clientes, Where The Light Gets In, em Stockport, oferece uma experiência gastronômica intimista e única, situada em um antigo depósito de café. Embora fique um pouco afastado do centro de Manchester, este restaurante criativo, completamente “sans-menu” ganha pontos por sua maneira inédita de servir. Os clientes não escolhem, e sim recebem os pratos que fazem melhor uso dos produtos daquele dia, com todos os tubérculos vindo diretamente de um sítio do mesmo proprietário.

 

Conhecido por seus menus de degustação de seis e nove pratos, The French at the Midland Hotel fica a menos de cinco minutos a pé do centro do festival. Recentemente remodelado, o restaurante trabalha com alta gastronomia britânica, capitaneada por Adam Reid, vencedor do concurso Great British Menu da BBC, como chef de cozinha.

 

Onde ficar em Manchester

 

O quatro estrelas Velvet Hotel, no coração da Gay Village da cidade, é um lugar independente e decorado de forma extravagante. Oferecendo quartos com cama king-size e suítes de luxo na cobertura, sua localização central torna-se uma excelente base para desfrutar do MIF19.

 

Instalado em uma tecelagem do século 19 convertida em hotel, ABode Manchester é um hotel boutique que oferece quartos e suítes – cada um separado em categorias que são marcas registradas do hotel, incluindo “confortável”, “invejável” e “fabuloso”. Convenientemente localizado no centro da cidade, este hotel também possui o seu próprio restaurante e um bar chique.

 

Apenas a poucos minutos a pé do centro de MIF, o King Street Townhouse se diz um “baby grand hotel”: comodidades de um grande hotel clássico um espaço reduzido. Com suítes aconchegantes ou espaçosas com banheiras e vista para a catedral de Manchester, este edifício em estilo renascentista italiano tem muito a oferecer. Piscina de fundo infinito, sala de cinema com adega, salão de mezanino e um terraço ao ar livre combinam-se para criar uma excelente experiência para uma estada em Manchester. 

 

Fonte: VisitBritain