Conheça as docerias da cidade famosa pela produção artesanal dessa delícia

0818 bariloche choco

Foto: Emprotur

 

Bariloche e chocolate é um casamento que deu certo. A relação começou em 1948, quando um casal de italianos chegou à cidade e começou a produzir recitas tradicionais, trazidas da terra natal. O sucesso foi tanto que já na década de 1960 o doce virou tradição e souvenir obrigatório dos turistas.

 

Atualmente, são 20 chocolaterias que produzem mais de 1000 toneladas de chocolates das mais diversas formas, combinações e sabores. Do simples ao leite até os mais elaborados, seja com frutas, castanhas, e o que mais a imaginação dos mestres chocolateiros permitir.

 

imagem release 1390471

Bariloche. Foto: Emprotur

 

A maioria das lojas ficam na aclamada Rua Mitre, e estão sempre cheias de novidades, decorações e cores para atrair os chocólatras que passam por lá.

 

Uma dessas lojas é a Rapa Nui, localizada em uma esquina da rua Mitre, 202, foi construída com o estilo da Art Nouveau, que surgiu entre 1890 e 1920. A loja existe desde 2002, mas a empresa tem mais de duas décadas. Atualmente, é comandada por Letícia e Aldo Fenoglio, terceira geração de mestres chocolateiros à frente da empresa. Ao passar pela Rapa Nui, vale experimentar a trufa gelada de framboesa coberta de chocolate branco e chocolate ao leite.

Site: chocolatesrapanui.com.ar/

 

Também vale passar pela Mamushka, que existe desde 1989, também na rua Mitre, 298. O “carro chefe” da doceria é o chocolate com doce de leite, uma delícia! A parte dos doces, a estética da loja chama a atenção. O vermelho predomina, além das várias matrioskas (bonecas russas) espalhadas pela loja. O movimento por lá é tão intenso que é possível fazer o pedido pelo aplicativo via smartphone e retirar diretamente na loja.

Site: www.mamuschka.com

 

Outra joia chocolateira é a El Turista, criada pelos irmãos Secco, netos do casal italiano que primeiro começou a venda dessas delícias em Bariloche. A loja está localizada na rua San Martín, 252, atrás do Centro Cívico. Aqui, além de se deliciar, os visitantes podem observar como os chocolates são feitos, já que o local de preparação fica visível por um vidro. 

Site: delturistachocolates.com/

 

Opções para se deliciar por Bariloche não faltam, e só não come chocolate quem não quer!

Mais Informações: www.barilocheturismo.gob.ar

Facebook: /barilochequeroestarai