0218 nantes 10

Nantes. Foto: Franck Tomps

 

A capital histórica da Bretanha é hoje uma das metrópoles mais dinâmicas e mais atrativas da França. Famosa pela sua qualidade de vida e o seu dinamismo econômico, é igualmente reconhecida pela sua capacidade de se reinventar constantemente. Sua audácia permitiu-lhe tornar-se durante a última década, numa das cidades mais inovadoras, tanto no plano económico como cultural. Eleita a ‘Capital Verde da Europa’ em 2013, leva a sério aliar desenvolvimento e proteção ambiental. O seu percurso cultural estival, “A Viagem à Nantes”, fez da cidade portuária situada ao fundo do estuário do Loire, uma pioneira no domínio da arte no espaço público. Autêntica e humana, criativa e audaciosa, é igualmente a base ideal para visitar todo o oeste da França. Confira abaixo, suas principais atrações turísticas e os passeios que podem ser feitos à outras cidades a partir dali:

 

0218 nantes 12

 

11 ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS A VISITAR

 

0218 nantes 7

 

1- Castelo dos Duques de Bretanha

 

O Castelo dos Duques de Bretanha é um símbolo forte da história da Bretanha e do Estado Bretão, que existiu durante cerca de 1000 anos na Europa, sendo um dos mais poderosos da época.

 

Os Duques que tinham escolhido Nantes como capital, fizeram uma verdadeira cidade na cidade, e o contraste entre o seu exterior fortificado, e o seu interior de estilo renascentista, é único. O castelo foi a última residência dos Duques antes que a Bretanha fosse ligada à França. Ana da Bretanha nasceu e viveu ali antes de se tornar duas vezes a rainha da França.

 

Contemple 5 séculos de história no coração da cidade, admire a fineza das fachadas, faça o circuito das muralhas deste castelo que abriga atualmente um magnífico museu dedicado à história de Nantes.

 

2- Jardim das Plantas

 

O quarto Jardim das Plantas mais importante da França pela riqueza das suas coleções, foi concebido no final do século XVIII. Aí se encontram mais de 11.000 espécies vegetais e 60 pássaros. O Jardim das Plantas de Nantes possui igualmente umas das maiores coleções do mundo de Camélias (1.000 variedades ao todo) e de Magnólias (500 variedades). O Jardim das Plantas é um dos vários espaços verdes da cidade que possui hoje em dia cerca de 100 parque e jardins, o que faz dela uma das cidades mais verdes da Europa. Foi até reconhecida como Capital Verde europeia em 2015.

 

3- O Museu de Artes

 

Inteiramente renovado, o Museu de Artes ocupa uma superfície de 17.000m², abrigando múltiplas salas de exposições, um auditório e mais 30% de superfície dedicada a exposições temporárias. É um dos únicos museus “generalistas” da França, que apresenta um grande panorama da criação artística do século XVIII ao século XXI. Com cerca de 10 mil obras, (pinturas, esculturas, desenhos, estamparias e instalações contemporâneas), o museu possui uma centena de obras-primas pintadas por De la Tour, Ingres, Coubert, Chagall, Kandinsky, Picasso...

 

4-  Catedral Saint Pierre e Saint Paul

 

Iniciada em 1434, a construção da Catedral de Nantes durou quase 500 anos. Atualmente é a maior catedral da Bretanha e a sua altura ultrapassa a de Chartres ou Notre Dame de Paris. É a única catedral da Bretanha a usar Tuffeau, uma pedra do Loire, na sua construção, quando os outros edifícios desse tipo eram feitos habitualmente com granito. A catedral abriga o túmulo do último duque da Bretanha e de sua mulher, o Duque François II e Marguerite de Foix, cuja construção foi determinada por Ana da Bretanha, sua filha. Este túmulo construído em 1502 é uma obra-prima única.

 

5- As máquinas da ilha

 

Situadas nos locais dos antigos estaleiros navais de Nantes, sobre a ilha de Nantes, as Machines de l’ilê são o símbolo da renovação, da audácia e da criatividade que animam Nantes. Construídas graças às mesmas técnicas artesanal da madeira, do ferro e do couro, que eram utilizadas para os navios, as Machines apresentam todo um conjunto de criaturas mecânicas animadas, criaturas marinhas, insetos e pássaros, e até um célebre Elefante! Visite a Galerie de Machines, o Carrosel dos Mundos marinhos e parta para uma visita do local às costas do grande Elefante. Jules Verne, que nasceu em Nantes, ficaria orgulhoso de ver que o convite ao sonho e à viagem nunca cessou em Nantes, e que continua a se realizar diante de todos os desafios.

 

6- O Cais das Antilhas

 

Perto das Machines, na ponta da Ilha de Nantes, o Quais de Antilles é o local ideal para se recordar que Nantes era um porto ativo aberto ao mundo. Era aqui que chegavam produtos exóticos importados das Antilhas, América ou África. Hoje em dia é um local para se passear ao longo do Loire, com bares, restaurantes, a célebre HBA Galerie que apresenta exposições de arte contemporânea. É também ao longo do cais que se pode admirar uma das grandes obras de arte contemporânea do projeto Estuário: Les Anneaux de Buren et Bouchain (Os aneis de Buren e Bouchain).

 

7- A arquitetura de clássica de Nantes

 

Rica pelas suas trocas comerciais com o resto do mundo, Nantes transformou-se nos séculos XVIII e XIX. As grandes famílias de Nantes de armadores e comerciantes construíram de fato vários hotéis particulares e moradias de estilo clássico ainda visíveis nos dias de hoje. Suas fachadas ricamente decoradas e os seus pátios interiores testemunham essa época onde se corriam riscos para enriquecer e trazer produtos novos do mundo inteiro, tais como: açúcar, bacalhau, rum, cacau, tabaco, algodão, chá ou porcelana. A família Dobrée, da qual um museu local herdou o nome, tinha então aberto uma rota comercial com a China e o resto da Ásia. Para reviver este período, basta passear nos bairros da Ilha Feydeau, da Place Royale, atravessar a Passagem Pommeraye, o pátio Cambronne e admirar a Ópera Graslin. Diante da ópera,está um bom lugar para ir comer ou beber, a célebre brasserie La Cigale, com decoração art noveau totalmente preservada, uma das mais belas brasseries da França.

 

8- O bairro de Trentemoult

 

Situado na margem sul do Loire, Trentemoult é acessível a poucos minutos de “navibus”, um barco a motor que faz a ligação com a margem norte. Assim, é possível não apenas ter uma bela vista de Nantes, como andar pelas ruelas onde as casas dos pescadores ladeiam a dos capitães de grandes veleiros. Pequenas e coloridas, essas casas proporcionam um charme particular ao bairro, que apresenta uma aparência muito diferente do resto da cidade. Pode-se almoçar num dos dois restaurantes que propõem pratos locais, como o célebre Sandre de Loire au Berre Blanc (Peixe Pique do Loire com molho cremoso de manteiga) acompanhado de uma taça de vinho Muscadet.

 

9- Bar panorâmico Le Nid

 

Situado no último andar da mais alta torre da cidade: La Tour de Bretagne (A Torre de Bretanha), o Le Nid é um lugar “obrigatório” para se visitar. A torre de 32 andares faz dela a torre mais alta entre Paris e Nova Iorque. Além de proporcionar uma vista de 360 graus, o Le Nid é ideal para tomar algo e relaxar. O design original do local caracteriza-se pela presença de uma imensa cegonha e dos seus ovos, criação do artista de Nantes, Jean Jullien. A cegonha é símbolo da felicidade e descobrir seu ninho é sinal de momentos de pura felicidade. Assim sendo, o bar se torna um lugar para viver momentos de felicidade.

 

10- Le Lieu Unique

 

É um centro cultural de renome situado nas antigas instalações da fábrica de biscoito LU, cujas célebres bolachas Petit Beurre deram a volta ao mundo. Le Lieu Unique é acessível a todos, e propõe exposições, concertos e espetáculos. No local há um restaurante, um bar, uma livraria, uma loja e até um hamman (sauna, lugar onde se faz massagem). Há DJs às quintas, sextas e sábado à noite, um lugar ideal para uma experiência cultural de qualidade.

 

11- O Mercado de Talensac

 

Verdadeira instituição de Nantes, esse mercado é o maior mercado cotidiano (fechado à segunda-feira) da cidade e sua fama ultrapassa fronteiras. Uma visita permite apreciar a riqueza da produção local: peixes do Loire e do Atlântico, todas as variedades de frutos do mar e de crustáceos, mas igualmente uma variedade de frutas e vegetais frescos. Encontramos aqui um célebre fabricante de queijo local, Beillevaire, um chocolateiro conceituado, Guerlais, e os pequenos produtores de legumes biológicos. Finalmente, pode-se encontrar aí, o vinho local, como o célebre Muscadet, e o bolo de Nantes à base de amêndoas e rum.

 

7 EXCURSÕES DE UM DIA COM PARTIDA DE NANTES

 

0218 nantes 5

0218 nantes 3

 

Mont Saint Michel (1)

Saint Malo e Cancale (2)

 

A menos de duas horas de Nantes, é muito fácil visitar Mont Saint Michel e sua baía, classificados como Patrimônio Mundial da UNESCO. Assim como a cidade de Saint Malo. É aconselhável partir bem cedo de manhã (7h) para poder visitar o Mont Saint Michel entre as 9h e as 12h, e depois ir até Cancale para almoçar. Cancale é um bonito porto de pesca conceituado pela qualidade dos seus frutos de mar e notadamente por suas ostras. A tarde pode ser reservada para visitar Saint Malo, conhecida pelo seu local excepcional, as muralhas e sua arquitetura corsária.

 

Rennes (3)

Brocéliande (4)

 

A uma hora de Nantes, está Rennes, a outra capital histórica da Bretanha.

 

Não deixe de visitar: o coração da cidade de arquitetura medieval, o Parlamento da Bretanha, o Jardin du Thabor e o mercado ao sábado, o segundo maior mercado da França. A 30 minutos de Rennes, é possível ainda descobrir a floresta de Brocéliande, célebre por suas lendas arturianas, perto da pequena cidade de Paimpont. Uma oportunidade para mergulhar no imaginário mundo celta e aproveitar as magníficas paisagens de florestas e lagoas.

 

Pont Aven (5)

Concarneau e Quimper (6)

 

Uma excursão à ponta oeste da Bretanha permite descobrir a bonita cidade de Pont Aven, a cidade dos pintores, famosa nos dias de hoje por suas galerias de arte.

 

Não longe dali, situa-se Concarneau, cuja cidade cerrada, é uma das joias da costa bretã.

 

Por fim, Quimper, capital da Cornualha, é igualmente imperdível. O seu centro histórico preservado, a sua catedral Saint-Corentin, o seu Museu de Belas-Artes, e a sua cultura bretã bastante acentuada serão uma etapa indispensável.

 

Chambord (7)

Chenonceau (8)

 

A viagem de Nantes até Chambord demora 2h50 (291km). Uma vez visitado o Castelo de Chambord, o mais vasto dos castelos do Loire, deve-se prever 1 hora até o Castelo de Chenonceau. Outra joia dos castelos do Loire que tem como particularidade, estar sobre o Rio Cher. O castelo também é cercado por vários jardins e um magnífico parque. É então, possível fazer o trajeto de volta de Chenonceau até Nantes em 2h25.

 

Guérande (9)

La Baule (10)

 

Mais perto de Nantes está a quase ilha guerandesa. Situada a 1 hora por rodovia, Guérande é uma pequena e muito bonita cidade medieval, conhecida pela qualidade de seu sal, utilizado hoje em dia pelos maiores chefs pelo mundo afora.

 

La Baule fica a alguns quilômetros de Guérande, uma estância balneária conhecida por sua longa praia, seu casino e seus palácios.

 

Clisson (11)

Vinhas locais (12)

 

Perto do oceano, as vinhas estendem-se das margens do Loire até ao norte de Vandée. Trata-se da maior vinha de vinho branco de denominação monocasta do mundo.

 

Frescos, ligeiros, frutados, os vinhos de Nantes são indispensáveis na cozinha local. A paisagem é pontuada por edifícios de arquitetura de influência italiana.

 

Pode-se visitar aí diversas propriedades, fazer provas, e visitar a pequena cidade de Clisson, com seu encanto italiano e principalmente o seu castelo, os seus mercados cobertos, assim como a propriedade Garenne-Lemot.

 

O Estuário do Loire (13)

Saint Nazaire (14)

 

De abril a outubro, é possível fazer um cruzeiro pelo Loire, de Nantes à Saint Nazaire. (duração de 2h45) e descobrir todas as riquezas naturais, igualmente artísticas. O projeto artístico Estuaire, permite apreciar 30 obras de arte contemporânea disseminadas ao longo do Loire, principalmente a Villa Chaminée de Tatzu Nishi, ou a Maison dans la Loire de Jean-Luc Courcoult.

 

Uma vez em Saint Nazaire, pode-se ir à antiga base submarina ou visitar Escal’Atlantic, um centro de interpretação sobre a história dos navios construídos em Saint Nazaire. Após a visita, pode-se voltar à Nantes de trem (40 minutos de trajeto). 

 

 

0218 nantes 4

A CADA VERÃO A ARTE VIRA A CIDADE AO CONTRÁRIO!

O EVENTO "LE VOYAGE À NANTES" EM JULHO E AGOSTO

 

A cada verão, o evento Le Voyage à Nantes (A Viagem à Nantes) enaltece o percurso urbano sensível e poético com o mesmo nome, convidando artistas e criadores a expressarem-se no espaço público. A ocasião deixa a cidade ainda mais distinta. Viva experiências nos espaços de convívio e encontros inesperados. Prove os produtos locais cultivados nas hortas do centro da cidade ou cozidos na cantina temporária instalada na margem do Loire.

www.levoyageanantes.fr

 

 

0218 nantes

 

Toda a efervescência de uma cidade de arte e de cultura numa só oferta!

 

Para 1, 2, ou 3 dias, descobrir Nantes é ainda mais fácil com o PASS NANTES. O passe dá acesso gratuito aos locais incontornáveis, às visitas e transportes coletivos, além de descontos diversos. O PASS NANTES está à venda nos postos Nantes Tourisme, no Aeroporto Nantes Atlantique e nos hotéis parceiros.

 

O PASS NANTES custa a partir de 25 euros, o passe de 24h, e há um desconto de 10% para o passe comprado online no site www.nantes-tourisme.com.

 

 

0218 nantes 0

 

Como chegar?

Por estrada dista 385km de Paris, cerca de 3h30 de viagem, 100km de Rennes, 1h, 190km de Mont Saint Michel, 2h, e 345km de Bordeaux, 3h10.

 

De trem

O TGV (Trem de Alta Velocidade) liga Paris (Gare Montparnasse) a Nantes em pouco mais de 2 horas. Há 20 viagens de TGVs por dia que conectam os centros das duas cidades, e 3 viagens que ligam o Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, a Nantes. A melhor maneira de conseguir os bilhetes de TGV no Brasil, é comprar antecipadamente através dos sites da Voyages SNCF/ Rail Europe: voyages-sncf.com ou raileurope.com.br.

 

De Avião

O Aeroporto de Nantes Atlantique (NTE) situa-se a 15 minutos de carro do centro da cidade. Existem linhas diretas durante o ano todo com os grandes terminais aéreos europeus: Amsterdã, Paris Charles de Gaulle, Madri... e várias companhias disponibilizam voos diretos de Portugal a Nantes.

Lisboa: Transavia, Tap e Easyjet

Porto: Easyjet e Transavia

Faro: Transavia e Volotea

 

Para mais informações acesse www.nantes-tourisme.com