A cidade dos “Afrescos”, de Giotto, Galileo e Santo Antônio ainda mantém características medievais que levam a uma viagem no tempo

padova--studiogabriotomelle

Padova. Foto: © Padova Terme Euganee Convention & Visitors Bureau / Gabrio Tomelleri

 

Com 210.000 habitantes, Padova, em italiano, ou Pádua, em português, é uma daquelas cidades que surpreende por sua riqueza histórica-cultural e artística. É a cidade dos “Afrescos”, a cidade de Giotto e Galileo. Famosa também pela Basílica de Santo Antônio de Pádua, ela possui diversas outras atrações interessantíssimas. Localizada bem no centro da região do Vêneto, no nordeste da Itália, a cidade é o principal destino internacional da região, tem fácil acesso a partir de todas as cidades italianas e dispõe de uma estação de trem moderna e eficiente com conexões de trens velozes entre as principais cidades italianas e internacionais. Pádua também conta com quatro aeroportos internacionais nas vizinhanças (40 km de Veneza, 60 km de Treviso, 90 km de Verona, 100 km de Bologna), além de excelente ligação por autoestrada. A lenda diz que Pádua foi fundada no ano de 1184 a.C. pelo herói troiano Antenore, entretanto, há traços de civilização paleoveneta do século IX a.C..

 

É uma cidade moderna, jovem e dinâmica, perfeita para viajantes procurando por novas experiências, arte, cultura, boa comida e vinhos. Também é um destino verde: verde como o Jardim Botânico, local da Unesco que abriu recentemente o jardim da Biodiversidade com um espaço especial para reuniões e eventos, verde como Prato della Valle, a maior praça verde da Europa.

 

Na região central da cidade velha, os calçamentos e as antigas construções levam a uma viagem de volta à era Medieval. As grandes praças chamam a atenção, principalmente a Piazza della Frutta - Praça da Fruta - e a Piazza delle Erbe - Praça da Erva, ambas separadas pelo formoso Palazzo della Ragione (Palácio da Razão), que leva esse nome por ter sido um Tribunal até o ano de 1797 quando caiu a República de Veneza, a palavra razão é no sentido de justiça. É chamado pelos padovanos de Il Salone (O Salão) por causa do imenso salão no primeiro andar, o qual, além de ser um espaço de eventos e exposições temporárias, também é sede de uma exposição contemporânea permanente numa sala anexa. O recinto abriga ainda uma cópia do cavalo de madeira de Donatello e um pêndulo de Foucault. No piso térreo, há quase 800 anos, funciona o mercado coberto de Pádua, que hoje tem várias lojas de pães, queijos, carnes, frios, vinhos, vários tipos de doces e alguns armarinhos. Há uma passagem superior que liga o palácio ao complexo onde fica a prefeitura.

 

Padova-Palazzo-della-Ragio

Palácio da Razão. Foto: © Padova Terme Euganee Convention & Visitors Bureau / Gabrio Tomelleri

 

A-78 A-81

O Salão do Palácio da Razão e a réplica do Cavalo de Donatello. Fotos: Jefferson Severino

 

Na Praça da Fruta são comercializadas frutas secas, especiarias, roupas e produtos naturais. No outono são preparadas castanhas assadas. Na Praça da Erva é onde ocorre, todas as manhãs (no sábado o dia inteiro), o verdadeiro comércio de frutas (frescas), legumes, grãos (cereais e legumes secos) e flores. Ambas as praças são bem grandes, movimentadas e bem interessantes e agradáveis de se visitar. No entorno das praças há diversas opções de restaurantes, bares e lanchonetes. Uma excelente opção para um almoço ou um jantar é o restaurante Pizzeria Trattoria Marechiaro, que serve comidas típicas, massas, ensopados, frutos do mar e pizzas. O ambiente é bonito, agradável, limpo, o atendimento é perfeito e o preço é acessível.  

 

 

 

Padova-Piazza-delle-Erbe-- Padova-piazza-delle-Erbe-d

Praça da Erva. Fotos: © Padova Terme Euganee Convention & Visitors Bureau / Gabrio Tomelleri

  

Nos finais de tarde, a praça da Erva torna-se ponto de encontro de jovens e estudantes da Universidade de Pádua, que bebem em copos descartáveis o “spritz”, num dos bares embaixo do ‘Salone’, sob as arcadas ou nos botequins do gueto. O spritz é o aperitivo mais amado no nordeste da Itália, feito originalmente com vinho branco e água (o selz), hoje tem sua receita confiada à criatividade do barman, que acrescenta variadas proporções em diferentes licores. Os mais consumidos são o spritz com “Aperol” e o spritz com “Campari”. Uma variante mais leve e econômica é o “Bianco Macchiato”: um prosecco com uma gota de Aperol ou Campari. Também há versão de spritz não alcóolico.

 

Outro lugar bem perto dali onde se pode experimentar o spritz e que não se pode deixar de conhecer é o lendário Caffè Pedrocchi. Um Café antigo e histórico, inaugurado em 1831, conhecido como o “Café sem portas” porque ficou aberto dia e noite desde sua inauguração até o ano de 1916. Mais recentemente ficou famoso também por ter sido cenário de seriados e filmes como “Ripley’s Games”, protagonizado pelo ator John Malcovich.

 

0817 caffè Pedrocchi

Caffè Pedrocchi. Foto: Facebook

 

0617 pedrocchi       20161120 203040

     Caffè Pedrocchi. Foto: Facebook                                                                              Caffè Pedrocchi. Foto: Viagem News

 

20161120 193448

Um brinde com Spritz no Caffè Pedrocchi. Foto: Viagem News

 

O Café possui cinco salas: a verde, a vermelha, a branca, a octogonal e a logge. Na sala octogonal funciona uma pâtisserie, a logge que se abre para o exterior abraçando o centro histórico, é ideal para aperitivos animados, concertos e espetáculos, para um almoço ou apenas um café, ou para eventos especiais, para o qual se pode reservar espaços. A sala branca é marcada por um fato histórico ocorrido em 8 de fevereiro de 1848, quando um soldado austríaco deu um tiro de pistola e a bala atingiu uma de suas paredes. A sala vermelha é o núcleo central do Caffè Pedrocchi, ela ainda conserva o balcão original em mármore em forma elíptica terminando com seis patas de leão e design do arquiteto veneziano Giuseppe Jappelli. Um lindo piano de cauda branco é outro destaque da sala, juntamente com o relógio em baixo relevo na parede acima do bar, que tem a função simbólica de lembrar que o Café nunca fechava suas portas nos idos dos anos 1800. Por fim, a sala verde é parecida na forma e dimensão com a sala branca, mas tinha uma função social bem diferente, pois era um lugar mais tranquilo para conversar e voltado principalmente às classes menos favorecidas e aos estudantes, que sabiam que nesta sala poderiam descansar e se aquecerem no inverno e até mesmo estudar sem serem perturbados pelas pessoas e pelos garçons. A partir daí nasceu a expressão “estar verde”, que significa estar sem dinheiro. Essa sala continua a conservar um aspecto mais reservado.

 

20161120 202557 20161120 194636

A sala vermelha com os icônicos piano de cauda branco e o relógio em baixo relevo. Fotos: Viagem News

 

Ainda que seja um lugar requintado e famoso, o Caffè Pedrocchi possui um menu completo e acessível em termos de preço, uma taça de spritz, por exemplo, sai por 6 euros. E além de muito charmoso, é bem frequentado por pessoas de várias idades e a atmosfera do ambiente remete a uma nostalgia imaginária de outrora, que propicia uma experiência única e faz a visita realmente valer a pena. Lembrando que alguns dos Cafés na Itália, assim como vários Bistrôs franceses, servem até refeições.

 

Em frente ao Caffè Pedrocchi fica a antiga sede do governo e dos tribunais da cidade e o casarão onde hoje funciona a prefeitura, e a histórica sede da Universidade de Pádua, Palazzo Bo, a qual mantém um extraordinário património arquitetônico, histórico e cultural.

 

20161120 165227 20161120 203321

Prefeitura de Pádua                                                                                               Palazzo Boo - Unversidade de Pádua

Fotos: Viagem News

 

A Universidade de Pádua é a segunda mais antiga da Itália (a primeira é a de Bolonha) e uma das mais antigas do mundo, fundada em 1222. O complexo visto hoje é o resultado da restauração de uma série de edifícios que reuniram antigas torres medievais e palácios renascentistas. O antigo pátio com uma ordem dórica e jônica de arcadas é de Andrea Moroni (meados do século XVI), o Anatomy Theatre, foi construído em 1594 pelo famoso professor de Anatomia Gerolamo Fabrici d'Acquapendente, a Sala dei Quaranta é decorada pelos Retratos de 40 personagens famosas que estudaram na Universidade e mantém a cadeira original de Galileu, a Aula Magna do século XVIII foi renovada de 1854-56 e em 1942 (pelo arquiteto Giò Ponti). No pequeno salão adjacente ao Anatomy Theatre há uma exposição permanente de bustos e brasões, velhos diplomas, gravuras, retratos, medalhas, selos, vários documentos e um modelo de madeira do Anatomy Theatre. O lema da universidade é “Universa Universis Patavina Libertas” ("Inteira, para todos, a liberdade na Universidade de Pádua").

 

20161120 203234 20161120 203239

Detalhes no teto do portão de entrada da Universidade de Pádua. Fotos: Viagem News 

 

A poucas quadras de distância está outra grande e importante praça: a Piazza dei Signori (Praça do Senhor), construída no lugar de um antigo bairro demolido no século XIV. Por séculos ela foi palco de celebrações civis, teatro, torneios e espaço cerimonial da cidade. Atualmente, a praça abriga no período da manhã, parte do mercado da cidade, mas também já foi reservada exclusivamente para caminhadas e discussão. Na Praça do Senhor se destaca o bonito relógio astronômico no alto da torre do Palazzo del Capitanio (Palácio do Capitão), de onde governava o Capitão, um dos dois regentes venezianos da cidade (o outro era o Prefeito). O relógio construído na era medieval voltou a funcionar em 2010, após um cuidadoso trabalho de reparo da estrutura da torre e dos próprios mecanismos do relógio. Ao redor da praça, encontram-se edificações construídas em diferentes períodos da história.

 

Padova-Piazza-dei-Signori-

Piazza dei Signori (Praça do Senhor). Foto: © Padova Terme Euganee Convention & Visitors Bureau / Gabrio Tomelleri

 

0817 padova relogio

Detalhes do relógio astronômico na Torre do Relógio do Pallazzo del Capitaniato. Foto: Visit Padova

 

Pádua tem uma tradição na produção e realização cinematográfica muito significativa. Pensando nisso, o projeto Film4Tourism Padova criou uma proposta inovadora e bastante emocionante para conhecer as praças, o Caffè Pedrocchi e tantos outros pontos históricos e turísticos que já serviram de locação para vários filmes. O projeto visa explorar o turismo induzido por filmes, através de um tour guiado que conta a história dos locais visitados e mostra nas telas de tablets, a cena correspondente do filme gravado naquele exato local. Essa dinâmica de assistir às cenas nos próprios lugares onde foram gravadas cria uma interação maior com esses locais, proporcionando uma emoção diferente e uma sensação muito prazerosa aos visitantes.  

 

IMG 1324

Na Praça do Senhor, turistas conduzidos por guias da Film4Tourism Padova assistem em tablets, à cenas de filme gravado no local. Foto: Sandro Savino

 

Museus e monumentos

 

Capital indiscutível da arte do século 14, Pádua também surpreende os visitantes com a presença de museus únicos e surpreendentes coleções cívicas. A área circundante não é menos excepcional. Uma verdadeira fortaleza do museu está concentrada no complexo Musei Civici Eremitani (Eremitani Museus). Os visitantes podem desfrutar de magníficas coleções Paleoveneziana e romana no Museo Archeologico (Museu Arqueológico), o rico Museu de Arte Medieval e Moderna (Museu de Arte Medieval e Moderna) tem mais de 3000 obras, e as coleções do Museo di arti applicate Decorativas (Museu de artes decorativas e aplicadas) e o Museu Bottacin (Museu Bottacin) estão localizados no maravilhoso Palazzo Zuckermann.

 

Maravilhosas obras de arte e emocionantes testemunhos de devoção estão reunidos nos esplêndidos salões do Museu Diocesano na Piazza Duomo e no Museu Antoniano dentro dos claustros da Basílica del Santo. Para visitar um museu verdadeiramente único, basta entrar no Museo del Precinema (Museu de Precinema), guardião da preciosa coleção de lanternas mágicas de Laura Minici Zotti. A extraordinária importância das vias navegáveis de Pádua é documentada no Museu Arqueológico e Ambientale delle Acque do Padovano (Museu Arqueológico e Ambiental da Via Única de Paduan). Os apreciadores da história apreciarão o Museo del Risorgimento no Piano Nobile de Caffè Pedrocchi, bem como o Museo della Terza Armata (Museu da Terceira Brigada). E para uma experiência estelar certifique-se de visitar o Planetário e do Observatório Astronómico e do Museu La Specola. Uma experiência maravilhosa para todas as crianças, grandes e pequenas, é uma visita a Esápolis, o museu de insetos vivos. Ligado ao museu está o Arco da Borboleta, a casa da borboleta em Montegrotto Terme, onde centenas de borboletas de todo o mundo voam livres. Na área de spa há mais três museus famosos: o Museo della Maschera, Amleto e Donato Sartori, o Museo del Vetro d'Arte eo Museo della Navigazione Fluviale Museu de Navegação), três verdadeiros tesouros de cultura e arte imperdíveis. Outras grandes surpresas são os museus instalados em edifícios notáveis: este é o caso do Museo del Fiume Bacchiglione (Museu do Rio Bacchiglione) dentro do poderoso castelo de San Martino della Vaneza, o Museu Geopaleontológico (Museu Geopaleontológico) em um antigo forno de cal , O Museo Naturalistico dei Colli Euganei no Villa Beatrice no topo do monte Gemola, o Museo del Volo e dello Spazio no Castelo de San Pelagio, o Museo della Civiltà Contadina Museu da Vida) na Abbazia di Carceri (Abadia de S. Maria di Carceri) e no Museu da Cultura Contadina em Casone Ramei.

 

As cidades muradas medievais contêm tesouros bonitos: o castelo em Monselice é lar para uma coleção de armas e o antiquarium Longobardo é lar de produtos manufaturados da Lombardia; Este é o lar do Museo Nazionale Atestino (Museu Nacional de Este), um dos mais importantes museus arqueológicos da Itália; na severa Torre di Malta (Torre de Malta) em Citadella está o Museo Civico Archeologico (Museu Arqueológico); e as esplêndidas muralhas da cidade de Montagnana homenageiam o seu território e dois grandes tenores nascidos nesta cidade, no Museo Civico Giacomelli (Museu Cívico de Giacomelli).

 

Capela de Scrovegni (Afrescos de Giotto)

 

Pádua ostenta o título de Città dell'Affresco (Cidade dos Afrescos) devido à extraordinária gama de superfícies pintadas com afrescos que revelam um património artístico do século XI ao XX. A Capela Scrovegni mantém muito bem preservada uma das principais séries de pinturas do século 14, a obra do brilhante artista florentino Giotto di Bondone. A narrativa dos afrescos, a luz, as cores, os intensos sentimentos verdadeiros e fortes que entram na alma oferecem aos espectadores uma emoção sincera e intensa que surpreende e se move. Dedicado a Santa Maria da Caridade, a capela foi pintada entre 1303 e 1305 por Giotto, encomendado por Enrico degli Scrovegni, um rico banqueiro de Pádua, para o benefício de sua família.

 

20161120 184228 20161120 185001 20161120 184211

0817-padova-capela 20161120 184301 Os famosos afrescos de Giotto na Capela de Scrovegni. Fotos: Viagem News

 

A narrativa dos afrescos desdobra-se em quatro níveis, constituídos por painéis que representam a história da Virgem e Cristo, enquanto a contra-fachada é pintada com o Juízo Final, no qual a história da salvação humana conclui a obra. O altar-mor é adornado com estátuas de Giovanni Pisano. Uma história simples e envolvente que ainda nos fala em termos claros, imediatos e atuais se desdobra nas paredes desta capela surpreendente (29,26 metros de comprimento, 12,80 de largura e 8,48 de altura). Uma visita à Capela é uma viagem através da poesia e paixão; Deus e homem em um estilo único e irrepetível que revolucionou para sempre a linguagem da arte ocidental.

 

Visitas: o acesso aos afrescos de Giotto é regulado com visitas de grupo. Entram 25 pessoas de cada vez a cada 15 minutos. Espera-se uma pausa de cerca de 15 minutos na câmara tecnológica que foi criada para regular a umidade e os contaminantes no ambiente interno. Antes de entrar na Capela, os visitantes assistem a um vídeo explicativo numa antessala toda envidraçada.

 

Além de cidade dos afrescos, Pádua também é a segunda cidade do mundo que mais tem arcos na arquitetura das construções na cidade. "A porcentagem de arcadas em relação à de ruas, é a mais alta no mundo, depois de Bolonha", informou Giulia Lavarone, pesquisadora pós-doutoranda da Universidade de Pádua e que trabalhou no projeto Film4Tourism Padova.

 .

 20161120 165725 20161120 1649201 20161120 163316

Os arcos estão presentes na arquitetura de muitas construções em Pádua. Fotos: Viagem News

 

Basílica de Santo Antônio de Pádua

Padova-Basilica-del-Santo-

Basílica de Santo Antônio de Pádua. Foto: © Padova Terme Euganee Convention & Visitors Bureau / Gabrio Tomelleri

 

A Basílica de Santo Antônio de Pádua, muitas vezes chamado de Basílica do Santo, é um complexo edifício religioso majestoso que foi iniciado em 1232, um ano após a morte de Santo António. O exterior da Basílica é uma mistura de estilos lombardo, toscano e bizantino; as 8 cúpulas e as 2 campanárias são construídas em estilo oriental. O anjo dourado na cúpula mais elevada gira seguindo os ventos, dando assim a previsão de tempo exata. Os 3 portais de bronze da fachada foram planejados por Camillo Boito (1895). O plano do interior é cruciforme, com a nave e 2 corredores que se unem atrás das absides e criam um semicírculo onde 9 capelas radiais são para ser vistas. Grandes colunas separam os corredores. Na Capela do Santo encontra-se o túmulo (sarcófago) de Santo Antônio, de Andrea Briosco e Gianmaria Falconetto. Dentro da Basílica existem importantes obras de arte antigas e contemporâneas, entre as quais a Capela do Beato Luca Belludi, totalmente pintada ao fresco por Giusto de 'Menabuoi (1382), a Capela de San Giacomo ou San Felice com um belo ciclo de pinturas de Altichieri Da Zevio (1374-78), o altar-mor com as esculturas de Donatello, entre as quais se destaca o Crucifixo (a estátua equestre Gattamelata em frente à Basílica também é de Donatello). O interior da Basílica é repleto de afrescos, estátuas, adornos e relíquias em ouro ou banhados a ouro. Mas atenção, é proibido tirar fotos ou filmar lá dentro, há muitos vigilantes para alertar e repreender os turistas, principalmente na Capela das Relíquias. No anexo da Basílica, há uma loja onde se pode comprar diversos souvenirs religiosos, desde livros, chaveiros, estatuetas, escapulário, colares, brincos, anéis e canecas, entre outros artigos de Santo Antônio de Pádua, Virgem Maria e Jesus.

 

Vídeo da fachada principal da basílica e do pátio interior:

 

 

Padova visitpadova-studiotomelleri 3 Padova visitpadova-studiotomelleri 2

Salão principal da Basílica de Santo Antônio de Pádua e a Capela das Relíquias numa sala anexa no interior da basílica. Fotos: Visit Padova/ Studio Tomelleri

 

Locais “Verdes”

 

- Prato della Valle é uma das maiores praças da Europa (90.000 mq). O Prato della Valle foi transformado em um lugar para mercados, performances e reuniões em 1775. Também abriga estátuas de pessoas famosas, entre os quais o mítico fundador de Padova Antenore.

 

- O Jardim Botânico é um lugar extraordinário no coração de Pádua, com significativo valor científico, histórico e naturalista. Ele está localizado atrás da Basílica de Santo Antônio, e está a uma curta caminhada da Loggia e Odeo Cornaro, a partir da Basílica de St. Giustina, e da praça espetacular de Prato della Valle. É o Jardim Universitário mais antigo do mundo, fundado em 1545, o único monumento da cidade de Pádua a ostentar o título de "Património Mundial da Unesco".

 

Feiras de negócios

 

Pádua também é destino de negócios, promovendo diversas feiras durante o ano. Algumas acontecem a cada dois anos como a prestigiada Tecno & Food, um Salão Profissional Internacional dedicado aos equipamentos e serviços para bar, hotéis e restaurantes. O salão também apresenta a final do concurso italiano e internacional de Finger Food com participação de renomados Chefs profissionais e degustação de finger foods feitos por jovens aprendizes de escola técnica de culinária.

 

20161120 140559-finger-520161120 141048-finger-420161120 142405-finger-3

20161120 144805-finger-1

 Finger Foods peparados por alunos de culinária. Fotos: Viagem News

 

20161120 133614   20161120 133744

20161120 133748   20161120 133857

 5º Campeonato Italiano de Finger Foods e 3º Internacional. Fotos: Viagem News 

 

Termas de Euganei, Villas e Cidades Muradas

 

Além, das atrações turísticas da cidade de Pádua, a Província de Pádua também tem atrativos muito procurados como as Cidades Muradas e as Termas de Euganei a apenas 15 km de distância.

 

Termas de Euganei

 

Nas colinas Euganei (Colli Euganei), os principais centros, termas de Albano e Montegrotto, juntos com as termas menores Galzignano, Battaglia e Teolo, formam o maior spa termal de toda a Europa. A água, classificada como "sodiobromiódica hipertermal", brota nos Spas Eugâneos a uma temperatura de 87°C. O longo curso que a água leva (cerca de 80 km) e a forte pressão a que está sujeita, enriquece-a com sais minerais e energia geotérmica. As belas cidades de Abano e Montegrotto oferecem grandes áreas para pedestres e belas praças.

 

As vilas com seus patrimônios arquitetônicos parecem ter parado no tempo. Assim é Arquà Petrarca, uma pequena aldeia medieval situada nas colinas de Euganei, não muito longe das fontes termais e das cidades fortificadas de Monselice e Este. Este é o lugar que o poeta laureado Francesco Petrarch escolheu para passar seus últimos anos (1370-1374): a casa, a igreja, o túmulo, a praça, mas também fragrâncias e cores. Arquà Petrarca recebeu do Touring Club a "bandeira laranja", sinônimo de excelência e hospitalidade. Colinas Euganei oferece vislumbres de lugares que recordam memórias de tempos passados: campanários e santuários levantando-se em meio à vegetação verde. Casas rurais e edificações estão intercalados com vinícolas e fazendas onde a terra fértil expõe todo o seu sabor.

 

Cidades Muradas

 0817 padova cidades muradas

Montaganana, uma das mais belas cidades muradas da Região do Vêneto. Foto: © Padova Terme Euganee Convention & Visitors Bureau / Gabrio Tomelleri

 

Ruas estreitas e praças cercadas por muros medievais caracterizam as cidades muradas. Em Cittadella, Monselice, Este e Montagnana é possível descobrir vestígios do século 13 e relíquias do período da família Carrara. Cittadella, a única aldeia da Europa com um layout elíptico, está localizada a cerca de 30 km ao norte de Pádua. Aqui, os visitantes podem caminhar pelo antigo chemin de ronde (caminho de patrulha da guarda) e ver a cidade e a vista de um ponto estratégico, a 14 metros acima do nível do solo. Monselice foi chamado de "a porta para as colinas Euganeanas" desde tempos antigos, por estar numa área onde as colinas encontram a planície. A presença histórica do tirano Ezzelino III da Romano ainda é visível nas paredes, no castelo e no Mastio (Keep). Monselice foi mais tarde suavizado pela presença de nobres venezianos.

 

A linda Este está a cerca de 30 km de Pádua para o sul. No grande jardim do castelo, um local para espectáculos e eventos, os visitantes podem descansar depois de uma caminhada pela cidade velha e uma visita ao Museo Nazionale Atestino (Museu Nacional de Este). Montagnana é uma das mais belas cidades muradas da Itália. As muralhas da cidade medieval que se estendem por quase 2 km são preservadas praticamente intactas e encerram o elegante centro da cidade. Está localizada a cerca de 50 km de Pádua. Em setembro, Montagnana, Monselice e Cittadella oferecem uma viagem de volta aos tempos medievais com desfiles em trajes de época, lançadores de bandeira, bobos da corte e menestréis.

 

De março a outubro, as companhias de navegação oferecem excursões de barco durante o dia e à noite ao longo dos canais internos de Pádua, ou excursões mais longas (dia inteiro) ao longo da Riviera del Brenta, de Pádua a Battaglia Terme e Monselice, ou excursões ao longo da paisagem natural da Bacchiglione Rio de Pádua a Saccolongo e de Pontelongo a Chioggia.

 

Ciclismo

 

Para os amantes do ciclismo o site www.padovainbici.it, dedicado inteiramente aos ciclistas, oferece um mapa e uma descrição das ciclovias em Pádua e sua província. Escolha o itinerário que melhor se adequa a você e faça o download do mapa no GPS.

 

Mais uma dica: você já reservou suas acomodações de "bicicleta"? www.bikepadova.it

 

Golfe

 

Cultura, bem-estar e natureza são a combinação perfeita para os amantes do golfe, que podem encontrar campeonatos de 18 ou 27 buracos ou praticar campos de golfe nas colinas Euganei. Os 4 campos de golfe do campeonato estão rodeados por luxuriantes colinas verdes, oferecendo diferentes ambientes e cursos, resultantes de projetos elaborados por arquitetos qualificados. Existem muitos hotéis Euganean Spas que oferecem estadias e pacotes, bem como hotéis exclusivos em Pádua.

 

O Golf Club Padova foi o primeiro campo de golfe da província, fundado em 1962, desenhado pelo arquiteto inglês John Harris. O campo de 18 buracos par 72 está localizado ao pé das colinas Euganeanas, em uma área de 70 hectares, que faz fronteira com o Villa Barbarigo, do século XVII. O curso é um verdadeiro jardim botânico com 8 mil árvores e arbustos selecionados de acordo com critérios paisagísticos e técnicos. O resultado é um curso de campeonato que serpenteia através de lagos estrategicamente distribuídos, lagoas e bunkers de areia. Desde março de 2003, o Clube possui um curso adicional de 9 buracos por 36 desenhado por Marco Croze. O Club tem uma casa do clube equipada com todo o conforto, incluindo uma piscina, quadras de tênis e academia, para não mencionar o excelente restaurante. www.golfpadova.it

 

O Golf Club Frassanelle está situado num lindo parque desenhado em meados dos anos 1800 pelo famoso arquiteto Giuseppe Jappelli. Grandes espaços abertos, bosques e um lago magnífico formam o fundo deste curso de 18 buracos. A casa do clube é um belo edifício rústico do século XVII cuidadosamente restaurado e decorado no estilo de golfe anglo-saxão. O curso, desenhado por Marco Croze, tem um ritmo perfeito de lagos, córregos e claras verdes. O buraco 15, chamado The Queen, é inesquecível com um par de 150 metros que atravessam a grande lagoa para o verde encerrado em uma majestosa área de árvores. O Golf Club oferece uma estrutura moderna e bem equipada com sauna, solário e todo o conforto para um relaxamento perfeito. www.golffrassanelle.it

 

O Golf Club della Montecchia, um dos poucos campos de 27 buracos no Triveneto, está aninhado na propriedade do antigo castelo que pertencia à nobre família Emo Capodilista. O curso foi desenhado pelo designer irlandês Tom Macauley: graças à natureza plana da área, possui um design moderno e gratuito. A casa do clube está localizada em um edifício majestoso, está totalmente equipada e tem uma grande piscina. O sistema de drenagem inovador permite jogar em todos os tempos e em qualquer estação do ano. www.golfmontecchia.it

 

Inaugurado em 1999, o Golf Club Terme di Galzignano foi desenhado pelo arquitecto Marco Croze. O design inclui numerosos recursos hídricos e lagoas localizadas de tal forma a tornar o campo variado e divertido, enquanto imerso no campo revigorante. Ideal para amadores e profissionais, o Clube de Golfe Terme di Galzignano oferece um clube moderno e bem equipado clube com quadras de tênis, piscina e centro de beleza com sauna e massagens. www.galzignano.it

 

Vale relembrar que Padova está somente a 40 km de Veneza, a qual pode ser visitada em uma viagem de um dia. Uma grande oportunidade para conhecer outro maravilhoso destino italiano do Vêneto.

 

Para facilitar

 

APPADOVA: Uma App (aplicativo) para descobrir o território. Está em Pádua? Você está procurando um restaurante, um evento, acomodações ou a linha de ônibus mais próxima de você? O aplicativo gratuito ApPadova é a ferramenta à qual você pode se referir para uma resposta imediata! Faça o download gratuitamente da loja de mídia do seu telefone: uma página de boas-vindas com 12 ícones, simples e intuitivos, permite que você escolha entre: itinerários, monumentos, eventos, ônibus, parques de estacionamento, acomodações, convenções, farmácias e transporte. A aplicação responde a um pedido de saber o que está à nossa volta, com a lógica "Around me", e combina perfeitamente com as outras ferramentas tecnológicas que permitem desfrutar plenamente a cidade e a província de Pádua, como o Soundtouring trilhas e 360 ​​° Fotos. Tecnologia encontra turistas!

 

PADUA CITY SIGHTSEEING Tome um assento e fique confortável: com City Sightseeing os visitantes podem admirar a cidade de uma posição privilegiada. De cima! O ônibus vermelho do estilo de Londres gira e gira ao longo de sua rota pelo centro histórico da cidade. Em cada parada os passageiros são livres para descer e depois voltar. As paragens previstas são: Basílica del Santo (Santo Antônio de Pádua, Piazza delle Erbe, Piazza dei Signori, Piazza Garibaldi, Piazzetta Nievo, Piazza Eremitani, Stazione Ferroviaria, Piazza Petrarca, Riviera Paleocapa, Piazzale S. Croce e Prato della Valle. As barras-ônibus funcionam de abril a outubro e o comentário on-board está disponível em 7 línguas. Para mais informações visite www.padova.city_sightseeing.it

 

Onde ficar:

 

Hotel Galileo Padova da Best Western Premier é uma excelente opção. Os quartos são amplos, modernos e impecavelmente limpos, o restaurante é ótimo e o café da manhã bem servido. Além disso, tem uma localização muito boa, inclusive, por ali passa um ônibus que vai até a estação de trem e terminal de ônibus de onde partem trens e ônibus para o Aeroporto Internacional Marco Polo em Veneza.

 

Best Western Premier Hotel Galileo

www.hotelgalileopadova.it

Endereço: Via Venezia 30 - Padova

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: +39 049 7702222 - Fax: +39 049 7800762

 

20161120 123631

 Best Western Premier Hotel Galileo Padova. Foto: Viagem News

 

Para mais informações sobre Pádua, acesse:

http://www.conventionbureauitalia.com/padova-terme-euganee-CB.asp

https://www.facebook.com/VisitPadova?fref=ts

https://twitter.com/Padova_Terme

https://instagram.com/visit_padova

http://www.film4tourism.com/web/

https://www.facebook.com/film4tourismpadova/

 

Comentários   

+1 #1 João Rafael 15-12-2018 04:20
Muіto! Isso fοi um incrivelmente maravilhoso post .
Obrigado ⲣor fornecendo eѕtɑ informação .
Citar

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar