A Centro-Oeste Airports (COA), administradora dos Aeroportos Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, de Alta Floresta – Piloto Osvaldo Marques Dias, de Sinop – Presidente João Figueiredo e de Rondonópolis – Maestro Marinho Franco, anuncia a expansão e retomada das operações de voos comerciais regulares em todos os seus terminais aéreos.

 

O mês de junho marca a expansão dos voos comerciais dos Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon e de Sinop – Presidente João Figueiredo, além da retomada das atividades da aviação comercial do Aeroporto de Rondonópolis – Maestro Marinho Franco.

 

Expansão dos voos comerciais

 

A partir deste mês, o Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon passa a ter voos regulares para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP). Desde maio, as rotas para Água Boa (MT), Brasília (DF), Confins (MG), Juína (MT), São Félix do Araguaia (MT), Sinop (MT) e Tangará da Serra (MT), Guarulhos (SP), Campinas (SP) e Porto Velho (RO) já estavam disponíveis e seguem operando. Ao todo, estão previstos 404 pousos e decolagens no terminal ao longo do mês, um aumento de 36,9% em relação ao mês anterior.

 

O Aeroporto de Sinop – Presidente João Figueiredo passa a contar com um voo regular entre Sinop e o Aeroporto Internacional de Cuiabá - Marechal Rondon, disponível nos dias úteis. Em julho, mais duas rotas voltam a operar em Sinop. São elas para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), e para o Aeroporto Internacional de São Paulo – Governador André Franco Montoro.

 

Retomada das operações comerciais

 

Junho também é o mês de retomada das operações comerciais do Aeroporto de Rondonópolis – Maestro Marinho Franco. A partir do dia 22, o terminal volta a ter uma rota regular para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), operando às terças, quintas e domingos.

 

Já o Aeroporto de Alta Floresta – Piloto Osvaldo Marques volta a operar voos comerciais regulares em julho. A partir do dia 13, será disponibilizada uma rota regular entre Alta Floresta e a capital mato-grossense.

 

Combate à pandemia

 

Desde o início da pandemia, a COA adotou uma série de medidas de proteção sanitária, seguindo as orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e das Secretarias de Saúde municipais e estadual.

 

Com a retomada e expansão da malha aérea, a COA iniciou o processo de implementação de um Plano de Biossegurança nos quatro aeroportos de Mato Grosso. O plano faz parte da Campanha “Embarque Seguro com a Socicam” e tem como objetivo minimizar o risco de contágio, reforçar a prevenção contra a transmissão do novo coronavírus e seguir garantindo a segurança da população. A COA, por ser uma empresa cuja Socicam faz parte, também está empenhada na campanha.

 

A COA reforça que o sistema de transporte aéreo faz parte da espinha dorsal do setor de mobilidade do País. Por isso, além de seguir todas as orientações oficiais do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), adotamos uma série de medidas com o intuito de minimizar a propagação do novo coronavírus entre nossos colaboradores e clientes, assegurando a manutenção dessa operação essencial para a sociedade.