O feriado do Dia do Trabalho nos Estados Unidos, que será celebrado nesta segunda-feira, 05 de setembro, já está movimentado bastante os aeroportos do país. Só a Delta estima que, no período entre 1º e 06 de setembro, transportará 2,9 milhões de clientes, em mais de 25 mil voos internos e internacionais. Para efeitos de comparação, a companhia baseada em Atlanta transportou 2,5 milhões de passageiros no mesmo feriadão do ano passado e está quase alcançando os níveis pré-pandemia: em 2019, 3,1 milhões de pessoas viajaram com a Delta no período do Labor Day.

 

O desempenho e a confiabilidade da companhia se recuperaram significativamente desde o início do verão do Hemisfério Norte, graças às mudanças na programação e à adoção de diversas medidas voltadas a tornar a operação mais resiliente. Assim, entre 12 e 15 de agosto, a Delta e a Delta Connection realizaram apenas 15 cancelamentos dentro de aproximadamente 20 mil voos programados.

 

Os relatórios preliminares internos da empresa aérea também mostram que a Delta alcançou um fator de conclusão na linha principal de 99% em agosto. Isso significa que as taxas de cancelamento estão muito abaixo das observadas no início do verão norte-americano, tanto nos voos domésticos como nos internacionais da companhia.

 

“Estamos ansiosos para receber nossos clientes a bordo para o fim de semana do Dia do Trabalho”, disse a vice-presidente executiva e diretora executiva de Experiência do Cliente, Allison Ausband. “Tomamos medidas neste verão para garantir que nosso pessoal tenha as ferramentas e o suporte necessários para cumprir nossos altos padrões de confiabilidade, ao mesmo tempo em que oferecemos o atendimento ao cliente exclusivo da Delta com cordialidade e cuidado”.

 

 

 

Pin It