Chegou o Luminar Neo, com novos recursos para editar suas fotos de modo profissional.

Companhia explica como toma decisões sobre cancelamentos e mudanças de programação e o que faz para ajudar os viajantes quando essas situações ocorrem

Quando um voo precisa ser cancelado, os especialistas em reservas da Delta coordenam com o Centro de Operações e Atendimento ao Cliente da companhia para encaixar os viajantes afetados no próximo voo disponível. Foto: Divulgação

 

Como o clima de inverno no Hemisfério Norte e os impactos da variante ômicron continuam a atrapalhar o setor aéreo, o pessoal da Delta tem trabalhado em conjunto 24 horas por dia para levar as pessoas onde elas precisam. Se a viagem foi interrompida, os clientes querem saber o motivo disso e precisam entender o que vem a seguir. Veja as respostas às perguntas mais comuns sobre como a Delta cuida dos passageiros quando as coisas não saem como planejado, bem como as respostas a alguns questionamentos frequentes sobre eCredits (créditos que ficam disponíveis de forma online quando um bilhete não é utilizado), status Medallion, quando chegar ao aeroporto e muito mais.

POR QUE A DELTA CANCELOU MEU VOO?

 

Cancelar um voo nunca é uma decisão tomada levianamente, e é sempre o último recurso. Não é difícil apenas para os clientes, mas também é complicado para o pessoal da Delta, que não quer nada mais do que cuidar de cada viajante.

A Delta trabalha com uma operação global complexa, com uma média de 4.500 partidas diárias. Se os voos são desviados em virtude do clima ou passam um tempo em espera por conta de uma parada no solo, especialmente nas cidades que são hubs da companhia, os efeitos podem às vezes se espalhar pelo sistema e impactar as operações em outras cidades, os limites de horário de trabalho da tripulação e a programação de rotas das aeronaves.

Conforme as taxas de infecção de COVID-19 aumentam e os funcionários seguem as diretrizes de isolamento necessárias, a altamente transmissível variante ômicron também exerce pressão adicional sobre o gerenciamento da equipe.

Sempre que possível, a Delta trabalha para redirecionar e substituir aeronaves e tripulações para colocar os clientes em seu caminho com rapidez e segurança, com o mínimo de atraso.

O QUE OCORRE QUANDO MEU VOO É CANCELADO?

 

Quando um voo precisa ser cancelado, os especialistas em reservas da Delta coordenam com o Centro de Operações e Atendimento ao Cliente da empresa aérea para encaixar os clientes afetados no próximo voo disponível. Se o passageiro não deseja mais voar, pode converter sua passagem em um eCredit para futuras viagens na Delta.

Se a companhia cancelar um voo ou fizer uma mudança na programação do voo com antecedência de 120 minutos ou mais, pode-se solicitar um reembolso na forma de pagamento original no site delta.com ou no aplicativo Fly Delta.

COMO POSSO ALTERAR MEU ITINERÁRIO SE MEU VOO FOR CANCELADO OU SE UMA RIGOROSA SITUAÇÃO CLIMÁTICA ESTIVER SE APROXIMANDO?

 

As equipes da Delta se esforçam para notificar os clientes sobre alterações de itinerário com a maior antecedência possível. Assim, atualizações são diretamente enviadas para um dispositivo móvel ou por e-mail se essa opção for selecionada durante a reserva ou adicionada posteriormente por meio do Minhas Viagens, seção presente no site da Delta.

A companhia também emite isenções em caso de mau tempo, oferecendo aos clientes cujas viagens incluem cidades afetadas a opção de considerar a mudança de seu voo para antes ou depois do evento meteorológico, o que também pode ajudar a evitar esperas desnecessárias nos aeroportos. Mudanças de itinerário podem ser feitas em delta.com ou no aplicativo Fly Delta.

Os clientes são fortemente encorajados a baixar e usar o aplicativo Fly Delta ou visitar o site delta.com para verificar seu status de voo, gerenciar suas novas reservas e aproveitar outras opções de autoatendimento fáceis de usar.

QUANDO DEVO CHEGAR AO AEROPORTO?

 

Depois de confirmar o itinerário em delta.com ou no aplicativo Fly Delta e considerar quaisquer ajustes perante a situação climática que se aproxima, a empresa aérea recomenda a chegada ao aeroporto três horas antes da partida em caso de voos dentro dos Estados Unidos e quatro horas antes das partidas internacionais.

Outra recomendação é verificar o tempo de espera para os procedimentos de segurança antes de chegar ao aeroporto e reservar um tempo extra se o passageiro planeja despachar bagagens.

No caso de viagens internacionais, deve-se fazer o check-in pelo menos uma hora antes do horário programado para a partida. Também é sugerido ao viajante estar no portão de embarque, pronto para entrar no avião, 45 minutos antes do horário previsto para a decolagem.

QUANDO EU POSSO USAR MEU ECREDIT?

 

A Delta está dando ainda mais flexibilidade para os clientes voarem quando estiverem prontos. A companhia estendeu as datas de validade para todos os bilhetes programados para expirar em 2021 e todos aqueles comprados em 2021. Os clientes têm até 31 de dezembro de 2022 para reservar a viagem, que poderá ser realizada até 31 de dezembro de 2023.

Quando quiser usar um eCredit, basta visitar delta.com/redeem ou o aplicativo Fly Delta, pelos quais é possível verificar as informações existentes de valor/data de validade e então aplicar o crédito disponível no momento da compra.

E SOBRE MEU STATUS? QUANDO MINHAS MILHAS DE QUALIFICAÇÃO MEDALLION (MQMS) SERÃO TRANSFERIDAS?

 

Todos os clientes começarão a ver seus MQMs acumulados no final do mês, tendo a certeza de que, ao decidir viajar novamente, terá uma vantagem ainda maior para aproveitar. Além disso, o status Medallion 2021 foi estendido até 31 de janeiro de 2023, e todos os Certificados de Upgrade Regionais e Globais foram prorrogados para viagens até 31 de janeiro de 2023. 

As informações em português também estão aqui. E, para ficar a par de todas as novidades da Delta, clique aqui.